\imprensa Viva
.

Os méritos de Lula. Da origem humilde até a Presidência da República

Trapaceiro não tem mérito


Muitos defendem a figura do ex-presidente Lula sob o argumento de que se trata de uma pessoa de origem humilde que alcançou o mais alto posto da nação. O próprio Lula gosta de se vangloriar de sua falta de instrução, de seu passado pobre, como se isso fosse algo desabonador.

Para queles que defendem que há algum mérito no fato de Lula ter conseguido chegar à Presidência da República, vale lembrar que trapaceiros não têm mérito. Desde um atleta até um empresário. Mesmo considerando o ambiente político, meio em que a habilidade em enganar as pessoas é algo que pode ser reconhecido como um talento entre seus pares, o mérito  fica restrito aos bandidos do meio político. E olha que não são poucos.

Não há mérito onde há trapaça. Onde falta honestidade, ética, moral e caráter. Um atleta que faz uso de doping para vencer seus adversários  pode até ganhar a medalha de ouro, mas no  fundo de sua consciência, ele sabe que não é o melhor, que foi desonesto, que usou de subterfúgios torpes apenas para experimentar algo que não era merecedor. Quando o doping vem à tona, vem a vergonha. a humilhação e a perda da medalha e dos títulos obtidos por meio de trapaças.

Um postulante a uma vaga numa escola de medicina que frauda o vestibular é na verdade um bandido corruptor dos meios de acesso disputados por outras pessoas que se esforçaram para conseguir a vaga. Ele pode até se tornar um médico, mas não haverá nenhum mérito nesta conquista fruto de uma trapaça. Ao ser desmascarado, vem a vergonha, a humilhação e a punição, com a cassação de seu registro de médico.

Um empresário bem sucedido costuma ser admirado por todos na sociedade. Mas não há mérito algum para aqueles que trapaceiam, que roubam no peso, que manipulam dados, que forjam resultados, que caluniam seus concorrentes, que adotam práticas ilícitas, que vendem produtos de má qualidade, nocivos e maléficos apenas visando o lucro fácil. Vejam o exemplo do ex-bilionário Eike Batista, que criou um conglomerado de ilusões identificado com a letra "X". O farsante usou de artifícios ilegais para obter vantagens, vendeu ações de uma empresa sem extrair uma gota sequer de petróleo e ostentou riqueza como se dela fosse merecedor. O trapaceiro agora está em cana e terá que entregar outros trapaceiros, inclusive o Lula, para conseguir se livrar de passar o resto da vida na cadeia.

Lula chegou à Presidência da República financiado por dinheiro sujo de grupos de interesses obscuros. Lula caluniou e difamou adversários, fechou acordos com políticos corruptos de todo o país e se aliou a empreiteiros criminosos que roubaram verbas até de hospitais. Ao chegar à Presidência, Lula aparelho a máquina pública e distribuiu cargos nas estatais e bancos públicos a comparsas comprometidos com um ambicioso e duradouro plano de poder. Para permanecer no cargo, Lula lançou mão de todos os artifícios e alianças espúrias e usou dinheiro roubado da Petrobrás em suas campanhas. Se há algum mérito nisso tudo, há entre bandidos do mesmo calibre. Entre pessoas de bem, o nome disso é trapaça. E como todo trapaceiro tem o fim que merece, o Brasil aguarda o momento em que Lula pague pelos erros que cometeu. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget