\imprensa Viva
.

Moro manda duro recado a políticos e membros do STF e críticos da prisão preventiva: NÃO HÁ NINGUÉM ACIMA DA LEI



O juiz federal Sérgio Moro mandou um duro recado aos críticos do regime de prisão preventiva que mantém criminosos contumazes por trás das grades na Lava Jato. O magistrado se pronunciou sobre o caso na decisão em que se manifestou contrário ao pedido de revogação da prisão do deputado cassado Eduardo Cunha.

Entre os críticos do regime de prisão preventiva, estão os membros do PT, os senadores Renan Calheiros, todos os parlamentares investigados na Lava Jato e até mesmo o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.

"As criticas às prisões preventivas refletem, no fundo, o lamentável entendimento de que há pessoas acima da lei e que ainda vivemos em uma sociedade de castas, distante de nós a igualdade republicana". observou Moro, deixando claro que não vai arrefecer diante da pressão de políticos e até mesmo de ministros do STF que têm tecido críticas ao juiz federal responsável pelos processos da Lava jato.

Moro negou o pedido da defesa de Eduardo Cunha de revogação da prisão preventiva e a manteve por tempo indeterminado. Segundo Moro, "A questão real ­ e é necessário ser franco sobre isso ­ não é a quantidade, mas a qualidade das prisões, mais propriamente a qualidade dos presos provisórios. O problema não são as setenta e nove prisões ou os atualmente sete presos sem julgamento, mas sim que se tratam de presos ilustres, por exemplo, um dirigente de empreiteira, um ex­Ministro da Fazenda, um ex­ Governador de Estado" e em seguida, o magistrado referiu-se ao caso de Edurado Cunha.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget