\imprensa Viva
.

Marcelo Odebrecht revela esquema de dinheiro roubado da Petrobras que repassou para Dilma



A ex-presidente Dilma enfrentará uma situação bastante desagradável nesta quarta-feira, 1º de março. Esta é a data prevista para o depoimento do empresário Marcelo Odebrecht, em Curitiba, no processo que investiga o uso de dinheiro roubado da Petrobras em suas campanhas. O relator do processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Herman Benjamin vai pessoalmente na sede da Justiça Federal, base central da Operação Lava Jato, exclusivamente para ouvir o que o ex-príncipe das empreiteiras tem a dizer sobre os repasses de dinheiro roubado da Petrobras para as campanhas da petista.  O início do depoimento está previsto para as 14h30.

A tomada do depoimento de Marcelo Odebrecht na ação que investiga o uso de dinheiro roubado na campanha de Dilma foi autorizada pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), após parecer favorável do procurador-geral da República Rodrigo Janot. Preso desde junho de 2015 em Curitiba, Marcelo Odebrecht já afirmou que repassou propina para Dilma em sua delação premiada, já homologada pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

“Após a divulgação (…) da homologação (…) da colaboração premiada de 77 executivos da empresa Odebrecht, tida, em tese, como uma das principais envolvidas no sistema de corrupção desenvolvido na denominada Operação Lava-Jato, configura-se essencial para a instrução a oitiva dos colaboradores que sugeriram, ainda que de forma indiciária, a participação da empreiteira no financiamento da campanha de Dilma em 2014”, disse o ministro Herman Benjamin.

O empreiteiro preso na Lava Jato deve confirmar que foi cobrado pessoalmente por Dilma em várias oportunidades. Marcelo Odebrecht adiantou em suas tratativas que Dilma o pressionou para quitar dívidas de campanha que ela tinha com o casal de marqueteiros Mônica Moura e João Santana. Os dois publicitários também confirmaram as informações em suas propostas recentes de acordo junto ao Ministério Público Federal.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget