\imprensa Viva
.

Marcelo Odebrecht já mandava e desmandava em Lula em 2003 e usava sua influência para barrar concorrentes.



O site O Antagonista (aqui) publicou uma série de matérias sobre a influência de Marcelo Odebrecht sobre o governo Lula já em seu primeiro ano do primeiro mandato em 2003. Na época, Marcelo ainda não era o presidente do Grupo, na época, comando por seu pai Emílio.

Um dos fatos narrados na reportagem, e que comprova a ascendência de Marcelo Odebrecht sobre Lula ocorreu justamente no ano de 2003. Para comprovar seu poder junto ao governo petista, Marcelo ligou para Lula de seu celular durante uma reunião e fez questão do colocar a conversa no viva-voz.

"Na época, Odebrecht estava contrariado com o avanço da Rio Polímeros, petroquímica que estava sendo construída no Rio de Janeiro. O projeto era liderado pela Suzano, concorrente da Braskem (recém-criada pela Odebrecht com a compra do controle da Copene).

A nova unidade petroquímica teria uma grande vantagem em relação às da Braskem: utilizaria gás natural, uma matéria-prima bem mais barata que a nafta, utilizada pelas unidades da Braskem.

Durante uma reunião do conselho de administração da Copene, Odebrecht virou para o então presidente da Suzano (que também tinha participação na Copene) e disse:

-- "Você não vai construir a Rio Polímeros, porque eu não deixar".

Em seguida, ligou para Lula pelo celular e colocou o telefone na função viva voz para Armando Guedes, então presidente da Suzano Petroquímica, escutasse:

-- "Lula, é o Marcelo. Eu quero barrar a construção da Rio Polímeros. Você me apoia?"

-- "Apoio", respondeu o presidente."

Se o empresário mandava em Lula e no governo petista com tanta autoridade, não é difícil imaginar que tinha muita facilidade para obter acesso ao dinheiro do contribuinte, através de obras superfaturadas e empréstimos "camaradas" no BNDES.




_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget