\imprensa Viva
.

Lula tem 66% de rejeição popular. Moro tem 65% de aprovação e subindo. O Brasil ama a Lava Jato e odeia o PT



Por mais que o ex-presidente Lula e os petistas tentem tapar o sol com a peneira, os números dos institutos de pesquisa não mentem. O ex-presidente e seu partido já não são mais os queridinhos do povo. Já o juiz Sérgio Moto e a Operação Lava Jato...

A nova edição do Barômetro Político, pesquisa da consultoria Ipsos divulgada pela BBC Brasil mostra que a popularidade do juiz Sergio Moro, responsável pelos processos na Lava Jato, disparou nos últimos meses. O resultado da pesquisa apresenta um grande salto na avaliação positiva de Moro em relação a fevereiro de 2016, quando sua aprovação era de apenas 28%. Mesmo levando em conta que o juiz federal ainda é um ilustre desconhecido para 9% dos brasileiros, Moro alcançou a extraordinária marca de 65% de aprovação popular num universo de 91% de pessoas que já ouviram falar seu nome e sobre seu trabalho.

Já o ex-presidente Lula, que nunca desceu dos palanques desde os anos 80 e é conhecido por 100% dos brasileiros, foi rejeitado por nada menos que 66% dos entrevistados. O levantamento, feito neste mês de fevereiro nas cinco regiões do país, perguntou aos entrevistados qual opinião sobre 20 personalidades do mundo político e jurídico. Apenas Moro recebeu apoio da maioria, atingindo 65% de aprovação.

"Moro era muito desconhecido no início da pesquisa, mas a força que a Lava Jato ganhou e a presença desse nome na mídia converteu esse conhecimento em aprovação. Ele é o símbolo hoje do combate a tudo aquilo que o brasileiro julga que está errado na política e na gestão pública", observa Danilo Cersosimo, diretor na Ipsos Public Affairs e responsável pela pesquisa divulgada pela BBC Brasil.

O diretor da Ipsos afirma que a alta rejeição de Lula, hoje na casa dos 66%, pode impedi-lo de vencer a eleição presidencial de 2018, caso ele venha a concorrer. Isso deve depender do nível de rejeição de seus adversários, nota ele.

"Normalmente, um candidato que tem índices de reprovação alto como ele pode até ir para o segundo turno, mas dificilmente ganha. São raros os casos de reversão de rejeição. Ganhar uma eleição vai depender do candidato adversário, especialmente se estiver disputando com alguém de fora da política". "Moro seria um forte candidato, mas parece improvável que dispute a próxima eleição, já que a Lava Jato ainda deve se prolongar para além de 2018", observa Cersosimo.

Leia a matéria completa no site da BBB Brasil
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget