\imprensa Viva
.

Lula pediu para Odebrecht bancar formação de Luleco, confirma delator


O ex-presidente Lula foi novamente citado pelo ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar em mais um episódio envolvendo pedidos "especiais" do petista. Segundo o delator, apontado como interlocutor dos interesses de Lula na empreiteira, o petista pediu que a Odebrecht bancasse a preparação profissional de Luiz Inácio Lula da Silva, o Luleco.

Esta é apenas mais uma das informações prestadas pelo ex-diretor da Odebrecht em seu acordo de delação. Segundo Alencar, a empreiteira contratou um profissional para orientar Luleco de fora de seus quadros e o pagou pelos serviços de especialista.

Além deste "favorzinho"  Alexandrino ainda relata outros diversos serviços que a Odebrecht prestou ao ex-presidente. No pacote elencado pelo ex-executivo também estão detalhes da reforma da sítio de Atibaia frequentado pela família do ex-presidente e a compra de um terreno para ser a nova sede do Instituto Lula.

Segundo matéria publicada na Folha (aqui), "a informação referente à contratação do orientador de carreiras para Luís Cláudio foi decisiva para que Alexandrino conseguisse fechar seu acordo com os procuradores da Lava Jato".

Lula e Luleco são réus na Operação Zelotes. Segundo a ação, o ex-presidente prometeu à consultoria M&M interferir para beneficiar clientes da empresa na negociações junto ao governo federal.  Em troca, diz ainda a acusação, a LFT Marketing Esportivo, empresa de Luís Cláudio teria recebido R$ 2,55 milhões da consultoria entre junho de 2014 e março de 2015.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget