\imprensa Viva
.

Lula mentiu em depoimento à PF sobre objetos que roubou do Palácio do Planalto: "Meu querido, eu não sei de nada!"



Um dos episódios que mais marcou a vida do ex-presidente Lula foi o dia em que ele foi conduzido pela Polícia Federal para prestar depoimento. O petista foi "catado" em casa na manhã de 4 de março do ano passado a mando do juiz federal Sérgio Moro, que expediu um mandato de condução coercitiva contra Lula após inúmeras tentativas do oficial de Justiça para entregar-lhe uma intimação para depor.

Foi durante a Operação Aletheia, (expressão grega que significa busca da verdade), que a Lava jato descobriu uma série de "novidades" sobre o ex-presidente. Uma delas foi que o petista tinha uma outra cobertura no Edifício Green Hill, em São Bernardo do Campo, vizinha ao seu outro apartamento. Pouco depois, a PF descobriu que o imóvel foi comprado em nome de um laranja com dinheiro roubado da Petrobras. Moro determinou o sequestro do imóvel e despejou Lula e D. Marisa.

Mas aquele dia reservava outras surpresas para os investigadores. Foi durante aquele dia que se descobriu que Lula tinha um verdadeiro tesouro escondido em um cofre do Banco do Brasil, composto de cerca de 130 objetos de ouro valosíssimos. Tudo roubado do Acervo da Presidência da República.  O problema é que quando os investigadores descobriram documentos em nome de Marisa sobre o tal cofre, Lula já havia prestado seu depoimento e já havia sido colocado em liberdade.

Àquela altura, o delegado que o interrogou sabia apenas sobre os 14 contêineres trazidos de Brasília, mas não tinha conhecimento sobre os objetos de ouro. Lula foi perguntado várias vezes sobre estas questões, mas se esquivou das perguntas: "Meu querido, eu não sei de nada!", disse o petista sobre o esquema de pagamento dos custos de transporte e armazenagem dos objetos.

Ao ser questionado sobre e sobre o tesouro retirado do Palácio do Planalto após ter concluído seu mandato em 2010, Lula foi evasivo e contou com a cobertura de seu advogado de defesa para tentar se esquivas das perguntas relativas aos objetos retirados por Lula do Palácio do Planalto. Leia abaixo como foi o depoimento de Lula:

Delegado da Polícia Federal:­ O acervo…

Defesa:­ Então, eu gostaria, pediria ao senhor que a gente não… também se há uma limitação na portaria, nós temos que fazer…

Delegado da Polícia Federal:­ Não, não, não há limitação na portaria. Não identificado:­ Ela é aberta pra tudo.

Delegado da Polícia Federal:­ Não, não, mas o…

Defesa:­ Mas me parece que o conteúdo está extrapolando demais, quer dizer, não há… a questão é a seguinte: nós já prestamos, inclusive já foram prestados esclarecimentos naquele outro inquérito, a questão do acervo é desrespeito também a outra jurisprudência. Há uma lei que trata do assunto.

Delegado da Polícia Federal:­ Doutor, eu não tenho como investigar o objeto que foi armazenado sem perguntar do que se trata, ok? Porque dependendo da resposta, isso pode inclusive ajudar a própria defesa. Então, se o senhor ex-­presidente quiser ficar em silêncio, não tem problema nenhum, mas eu vou continuar fazendo as perguntas e se ele achar que deve esclarecer, ele esclarece. Volto a lhe perguntar com relação ao acervo, o senhor disse que no sítio, nós estávamos tratando do sítio, foi colocado parte dos bens que foram retirados no fim do seu mandato…

coisa… valiosos.

Lula:­ Eu falei tralhas, que eu nem sei o que é, mas é tralha, é

Delegado da Polícia Federal:­ Sim, mas o senhor disse que tem bens Declarante:­

Lula: Hein? valiosa?

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor disse que tem alguma coisa


Lula:­ Eu não sei onde está, mas tem muita coisa valiosa. Tem muita coisa valiosa que eu não sei como é que aquilo está…

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor disse que está no sindicato, desde quando está no sindicato?


Lula:­ Eu não sei, não sei, querido.

Delegado da Polícia Federal:­ Quando ele foi retirado da Presidência da República ele foi levado pra onde, além do sítio?


Lula:­ Não sei.

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor não sabe disso?


Lula:­ Não sei.

Delegado da Polícia Federal:­ Quem sabe?


Lula:­ Você um dia será Presidente da República e você irá ver como é que se comporta quando você chegar. Você vai chegar na tua casa um dia à meia­noite e de repente você vai perceber que o teu telefone não funciona mais, que a segurança não está mais lá. Não sinta essa sensação. Ou seja, quando você começa a terminar o mandato, tem uma estrutura no governo, tem uma estrutura que cadastra o que recebe e que depois, quando vai chegando perto… porque o outro presidente vai assumiu o palácio, então estava lá, os porões estavam cheios e alguém vai desativando, alguém vai desativando e vai mandando. Quem cuida disso? Tem estrutura no palácio, que tem departamento que cuida disso no palácio. O Paulo Okamotto certamente participou disso, o chefe de gabinete certamente… Eu não sei a estrutura toda, mas é muita gente, é muita gente.

Delegado da Polícia Federal:­ Mas são bens pessoais do senhor?


Lula:­ Tem bens pessoais e tem bens… Como é que trata os bens, ou seja, são coisas minhas de interesse de domínio público, certo?

Delegado da Polícia Federal:­ Certo.


Lula:­ São coisas que ficam…

Delegado da Polícia Federal:­ Eram quantos contêineres desses bens?


Lula:­ Ah, eu não tenho noção, querido. Eu vejo valor em 10, em 11, em 12…

Delegado da Polícia Federal: Pode ser um número então entre 10 e 12?


Lula:­ Pode ser um número, não sei.
Delegado da Polícia Federal:­ E contêineres, são aqueles de carreta mesmo, de…


Lula:­ É, eu não sei se já foi tirado, se já foi levado, se lá para o sítio foi levado um ou dois, que foi desmontado o de roupa, de presépio… até carro de boi tem lá.

Delegado da Polícia Federal:­ Considerando, como o senhor falou que tem roupa, que tem o… Quem poderia esclarecer onde essas coisas foram levadas?


Lula:­ Eu posso ver quem pode te esclarecer.

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor mencionou Paulo Okamotto?


Lula:­ Hein?

Defesa:­ O doutor me permite só uma intervenção? Há uma lei que diz qual o departamento que trata desse assunto, é uma lei específica.

Delegado da Polícia Federal:­ Doutor, eu não estou querendo saber, o que é o óbvio, que foi a Presidência da República, através de uma lei, que mandou fazer um transporte. Eu quero saber o que aconteceu depois que a mercadoria foi entregue, depois que os bens, ou as tralhas, foram entregues. Onde, o que aconteceu a partir daí, até o fato que a lei determina que a União faça, que é o transporte e a entrega onde o beneficiário indique, onde tem que ser entregue, isso aí é questão de lei. A partir daí é com o ex­presidente.


Lula:­ É, mas isso alguém do palácio, do departamento que cuida disso, ou o próprio Paulo Okamotto sabe onde foi.

Delegado da Polícia Federal:­ Certo. Além do Paulo Okamotto, o senhor não lembra de mais ninguém que possa saber?


Lula:­ Eu estou dizendo, além das pessoas do palácio, que eu nem sei se estão mais lá, que cuidam disso, alguém que empacota, alguém que embrulha, alguém que despacha…

Delegado da Polícia Federal:­ Certo. E com relação a armazenamento na empresa Granero, quanto tempo ficou…


Lula:­ Não sei, não sei, querido.

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor tem conhecimento de quantos contêineres ficaram na…


Lula:­ Não sei, querido. A única coisa que eu posso te dizer é que, ou ficou lá, ou ficou noutro lugar.

Delegado da Polícia Federal:­ Na Granero?


Lula:­ Ou ficou lá ou ficou noutro lugar. Porque onde eu ia colocar isso?

bolso?

Delegado da Polícia Federal:­ E quem paga essa conta, sairia do seu


Lula:­ Não sei, querido.

Delegado da Polícia Federal:­ Não sabe? Declarante:­ (sinal negativo com a cabeça)

Delegado da Polícia Federal:­ O senhor tem notícia de que recentemente esses bens teriam sido transportados de um lugar pra outro, nos últimos meses?


Lula:­ Ah, não sei.

Leia aqui o depoimento completo no site do Instituto Lula
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget