\imprensa Viva
.

Lula começa a colher o que plantou. Sem tesouro do Planalto, sem sítio, sem triplex, sem moral e agora sem esposa



O ex-presidente Lula, por mais que insista em se colocar no papel de vítima das circunstâncias e por mais que queira propagar o ódio que há em seu coração, deve encontrar algum momento na solidão para refletir sobre seus erros, sobre seus pecados.

Em algum momento, Lula deve se perguntar se teria valido a pena tanta obstinação, tanta ganância e tanta soberba, para terminar seus dias sem moral, sem as coisas que roubou e sem a companheira de sua vida.

Embora já completamente envolvido em alianças espúrias, comprometido com corruptos contumazes e financiado por empreiteiros ardilosos, Lula chegou ao poder em 2003 ainda com um patrimônio pequeno. Segundo sua declaração à Justiça Eleitoral, tudo que o petista possuía não chegava a valer R$ 400 mil.

Seu patrimônio se manteve praticamente inalterado ao longo dos dois mandatos que exerceu. Mas a convivência intensa com Chefes de Estado, grandes empresários e bilionários mundo afora parece ter sido algo que influenciou o gosto de Lula pela riqueza.

Logo que deixou a Presidência, em 2010, Lula passou a viajar pelo mundo para promover os negócios da Odebrecht e a realizar "palestras" para empreiteiras que mais tarde cairiam em desgraça na Lava Jato. O petista chegou a movimentar cerca de R$ 52 milhões em suas contas, segundo o Coaf, entre 2011 e 2014.

Antes mesmo de deixar a presidência em 2010, Lula já tinha providenciado um suntuoso sítio em Atibaia. A propriedade passou por profundas reformas bancadas pelas empreiteiras OAS e Odebrecht, a título de propina para o petista. As reformas de ampliação da propriedade custaram cerca de R$ 3 milhões e foi para lá que Lula levou dois contêineres refrigerados repletos de bebidas. Na ocasião, Lula também roubou mais de cem objetos de ouro e pedras preciosas do acervo da Presidência da República e escondeu em um cofre do Banco do Brasil, registrado em nome de sua mulher, Marisa Letícia.

No total, Lula trouxe de Brasília mais de dez contêineres de objetos. Ao custo de R$ 1.3 milhão, com despesas de transporte e armazenagem, tudo foi pago pela empreiteira OAS, também a titulo de propina por contratos na Petrobras.

Neste mesmo ano, Lula conseguiu ficar com mais uma cobertura no Edifício Green Hill em São Bernardo do Campo, vizinha no mesmo andar de seu outro imóvel. A cobertura foi comprada pela Odebrecht em nome de um primo de José Carlos Bumlai, o amigão de Lula.

O petista também acompanhava as obras que estavam sendo realizadas pelas empreiteiras Odebrecht  e OAS em um triplex no Guarujá, cidade do litoral de São Paulo. Sua esposa Marisa Letícia estava deslumbrada com os novos empreendimentos do marido. Sua maior paixão era o sítio de Atibaia, embora tenha ficado encantada com o triplex no Guarujá. Marisa se encarregou de supervisionar pessoalmente as reformas no triples e no sítio, para onde viajou cerca de 111 vezes até o caldo entornar com as investigações da Operação Lava Jato.

Desde então, Lula já ficou sem o sítio em Atibaia, sem o triplex no Guarujá, sem o tesouro que roubou nos Palácios do Planalto e Alvorada, sem a cobertura do Edifício Green Hill e agora também ficou sem sua mulher e cúmplice, Dona Marisa Letícia. Lula e os petistas afirmam que Marisa morreu por culpa do juiz Sérgio Moro. Ele alega que ela estava triste e que a pressão das investigações da Lava Jato pode ter precipitado o AVC que sofreu no dia 24 de janeiro. Pode até ser que a soma de todos os fatores tenha contribuído para o fim trágico da ex-primeira dama.

Marisa havia sido diagnosticada com um aneurisma cerebral há dez anos, quando Lula começava seu segundo mandato como presidente. Portanto, bem antes da Lava Jato e do surgimento do juiz Sérgio Moro em sua vida. A ex-primeira dama ainda era diabética, hipertensa, bebia, fumava e era sedentária. Todos estes fatores podem ser apontados como coadjuvantes no seu AVC. Quem sabe, não fosse a soma da pressão sobre os crimes que teria cometido a mando do marido, ela ainda estaria viva.

É certo que o juiz federal Sérgio Moro impôs ao petista algumas derrotas morais e materiais antes mesmo de prendê-lo. Lula está sentindo na pele a ação da Justiça dos homens. Já quanto a morte de Marisa, esta vai para a conta do próprio Lula, por encargo do destino ou da Justiça divina. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget