\imprensa Viva
.

Hipocrisia no STF. Corte decide se réu pode ocupar cargo na linha sucessória da Presidência. Candidato réu pode?



O Supremo Tribunal Federal (STF) debateu ontem o julgamento de uma ação sobre a permanência de réus em cargos na linha sucessória da Presidência da República. Pela Constituição, estão na linha sucessória, quando o presidente se ausentar ou for afastado, o vice-presidente da República, o presidente da Câmara, o presidente do Senado e o presidente do STF.

Apesar da hipocrisia em lidar com um assunto tão periférico à outra questão, que é permitir que um réu concorra à Presidência da República, o ministro Gilmar Mendes ainda cancelou o julgamento por tempo indeterminado ao pedir vista (mais tempo para analisar o caso). Ou seja, não se decidiu nem uma coisa nem outra. Ao justificar o pedido de vista, Gilmar afirmou que precisa "tentar [ter] algum conforto espiritual" para analisar o caso.

A população do Brasil sente a vergonha de ver o ex-presidente Lula, um réu em cinco ações penais, acusado de ter cometido crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa, viver berrando para os quatro ventos que é candidato a presidente em 2018.

Na mesma noite, foi eleito o novo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que já foi citado em várias delações premiadas da Operação Lava Jato. Durante o período em que era o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira obteve contratos com a Petrobras no valor de quase R$ 1 bilhão entre 2007 e 2011, através da empresa Manchester Serviços Ltda.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget