\imprensa Viva
.

Cinismo acima dos limites. Lula e o PT roubam bilhões do Povo e ainda tentam posar de vítimas da Lava Jato.



Já ficou comprovado que o ex-presidente Lula é o chefe da organização criminosa que vitimou a Petrobras e coordenou o maior assalto aso cofres públicos da história do país. Seu partido, o PT, já teve três ex-tesoureiros presos, três ex-ministros e vários integrantes e ex-diretores da Petrobras que atuavam como operadores da legenda e dos partidos da base aliada dos governos petistas.

A prisão do ex-ministro Antonio Palocci foi apenas um capítulo que revelou mais detalhes sobre o modus operandi da organização criminosa comandada por Lula. Entre as novas provas que incriminam o ex-presidente e seus comandados, as investigações da Lava Jato revelaram que a planilha "Posição Programa Especial Italiano" continha as propinas pagas pela Odebrecht ao ex-ministro Antonio Palocci e ao PT.

"Conforme planilha apreendida durante a operação, identificou-se que entre 2008 e o final de 2013, foram pagos mais de R$ 128 milhões ao PT e seus agentes, incluindo Palocci. Remanesceu, ainda, em outubro de 2013, um saldo de propina de R$ 70 milhões, valores estes que eram destinados também ao ex-ministro para que ele os gerisse no interesse do Partido dos Trabalhadores."

As investigações "apontaram evidências de que a atuação do ex-ministro e de Branislav ocorreu mediante o recebimento de propinas pagas pelo grupo empresarial, dentro de um contexto de uma espécie de “caixa geral” de recursos ilícitos que se estabeleceu entre a Odebrecht e o Partido dos Trabalhadores (PT)".

Segundo o Ministério Público Federal, MPF, a planilha fazia parte do Programa de Operações estruturadas da Odebrechet e "era periodicamente atualizada conforme os valores espúrios fossem entregues ao representante do governo federal".

"A análise das anotações registradas nesta planilha aponta para o fato de que grande parte dos valores utilizados para o pagamento das vantagens indevidas se originaram da Braskem, empresa petroquímica que possui diversos contratos com a Petrobras."

"A prova colhida aponta na direção de que os valores ilícitos eram repassados a Palocci de forma reiterada, tanto em período de campanha eleitoral quanto fora dele."

O ex-presidente Lula também é um alvo secundário da 35ª fase da Operação Lava Jato e novos detalhes sobre o recebimento de propina de forma dissimulada por parte do ex-presidente serão revelados no curso da investigação, que deve render outros desdobramentos.

Asfixiados com tantas evidências, vários integrantes do PT já viera a público sugerir que o partido reconheça que roubou e aponte para os envolvidos nos crimes de caixa 2. Gente historicamente conivente com a roubalheira do partido, como Tarso Genro, Edinho Silva, Gleisi Hoffmann, Eduardo Suplicy, Humberto Costa e até mesmo a ex-presidente Dilma Rousseff já afirmaram que o partido precisa fazer uma autocrítica sobre seus métodos espúrios de financiamento de campanhas e reconhece que roubou ao longo dos últimos treze anos.

Com base nestes depoimentos espontâneos, todos eles publicados aqui no Imprensa Viva, é possível concluir que o PT se manteve no poder graças ao uso de dinheiro roubado do contribuinte. Mas apesar de todas as provas, evidências e relatos de petistas ilustres, o ex-presidente Lula, o comandante maior da organização criminosa mantém todo o seu cinismo ao posar de vítima dos investigadores da Lava Jato.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget