\imprensa Viva
.

Apenas 8,1% dos brasileiros são classe média, mas 65% dos eleitores rejeitam Lula e PT. Feitiço contra o feiticeiro



O ex-presidente Lula e o PT sempre mentiram sobre os números de pessoas que deixaram a linha da pobreza durante os governos petistas. Em conversas particulares, Lula já até admitiu que China e índia conseguiram tirar muito mais pessoas da pobreza durante o boom das commodities que o Brasil.

De fato, o desempenho dos governos do PT no quesito de distribuição de riquezas, comparado ao resto do mundo, é considerado entre mediano e medíocre. Lula e Dilma conseguiram tirar menos pessoas da pobreza, em números proporcionais, do que a Argentina, Uruguai, Chile, Colômbia e México entre os anos de 2003 e 2015.

Na classe média, a situação não é diferente. Enquanto o México conseguiu elevar a participação da classe média na sociedade para 17,1%, o Brasil se manteve praticamente estagnado nos mesmos 8,1% da população observados no início do governo Lula em 2003. Apesar de se situar entre as oito maiores economias do mundo, o Brasil ocupa o 13º lugar no ranking de números absolutos de participação da classe média na sociedade.

Além de conseguir tirar milhões de pessoas da pobreza, países como China e Índia conseguiram triplicar o número de pessoas na classe média nos últimos 15 anos. Em números absolutos, a China conseguiu ultrapassar os Estados Unidos, e conta hoje com 108 milhões de pessoas na classe média, perante os 93 milhões de americanos.

Mas Lula e o PT acabaram se tornando vítimas de seu próprio discurso. Enquanto criticam a classe média brasileira, tentam colocar na cabeça do pobre que conseguiram tirá-los da pobreza. Obviamente, quem tem que reconhecer este suposto feito não é Lula nem o PT, mas sim os milhões de brasileiros que começam a perceber que suas vidas piorou com a passagem de Lula e Dilma pelo Palácio do Planalto.

Os números aparecem nas pesquisas de opinião realizadas nos últimos meses que apontam que entre 65% e 72% não votariam no ex-presidente Lula de jeito nenhum nas eleições de 2018. Na pesquisa espontânea, 84% dos brasileiros simplesmente ignoram o nome de Lula quando perguntados em quem votariam.

Lula e o PT atacaram tanto a classe média nos últimos anos, inclusive com discursos de ódio, apenas para angariar a simpatia dos mais pobres. Pelo visto, acabou perdendo a simpatia de todos.

No vídeo abaixo, Lula aplaude e acha graça das críticas feitas por Marilena Chuaui uma das fundadoras do PT à classe média. A professora universitária petista fez um discurso de ódio contra a classe média durante um encontro nacional  do PT, enquanto Lula dava risada e aplaudia o bom desempenho da militante em relação ao esquema do PT para angariar a simpatia dos pobres.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget