\imprensa Viva
.

70% dos eleitores brasileiros não sabem em quem vão votar, mas sabem perfeitamente que não será em Lula.



Os números da pesquisa CNT/MDA divulgada na semana passada que mostram o ex-presidente Lula na liderança na corrida presidencial de 2018 foram tão "xoxos" que não animaram nem os petistas. Lula aparece com 16% na pesquisa espontânea, número extremamente desanimador para quem já contou com a aprovação de 82% dos brasileiros. A lástima dos petistas mais realistas faz sentido.

Ninguém que perde quase 70% dos simpatizantes consegue se recuperar sem que ocorra algum milagre. Neste caso, a última impressão é a que fica. Desde o início da Operação Lava Jato, Lula passou a ser visto como chefe da organização criminosa que vitimou a Petrobras. Os 30% que alcançou na pesquisa estimulada representam seu teto máximo, inflado pelos entrevistados do nordeste. Nos maiores colégios eleitorais do brasil, Lula alcançou apenas 17% na estimulada e apenas 5% na espontânea.

Para piorar o cenário, uma pesquisa anterior realizada pela própria CNT/MDA mostrou que 72,7% dos brasileiros acreditam que Lula é culpado pelos crimes que é acusado na Lava Jato.

Um outro dado assustador, segundo gente do próprio PT, é que Lula não desce do palanque desde os anos 80. O petista passou a vida inteira falando que vai governar o Brasil, mesmo quando era presidente. Como ainda não há definição sobre os candidatos que irão disputar as eleições em 2018, Lula teria que apresentar um saldo bem mais expressivo na consulta espontânea. O fato de não estar na ponta da língua de 84% dos brasileiros é simplesmente assustador para os petistas.

Um outro aspecto preocupante é que, justamente por estar permanentemente em campanha, a maioria da população já conhece o discurso e o modo de governar de Lula e são poucos os saudosos. Segundo Rodrigo Prando, professor de política e sociologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo. “Lula é provavelmente o político mais conhecido do Brasil na era republicana”. Isso torna a marca de 16% na pesquisa espontânea ainda mais vexatória.

Há ainda a questão da disputa propriamente dita. Em um cenário pouco provável com a presença de Lula no páreo. Prando lembra que a Operação Lava Jato é um dos fatores que pode impedir Lula a se candidatar no próximo ano. “É bem provável que ele nem seja candidato, pela possibilidade de condenação. E todas as acusações, denúncias e gravações seriam usadas pelos adversários durante a campanha”. Em outras palavras: Lula seria massacrado nos debates e nas campanhas eleitorais de seus adversários.

Para encerar, os dados da última pesquisa CNT/MDA são praticamente uma sentença de morte para o ex-presidente. 70% dos eleitores brasileiros não sabem em quem vão votar, mas sabem perfeitamente que não será em Lula.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget