\imprensa Viva
.

Vazou - Marcelo Odebrecht confirma propina de milhões para Lula para que ele pudesse se manter em "evidência"



Enquanto os brasileiros dão ouvidos ao ex-presidente Lula, que se concentra em rebater as acusações contra ele apenas no caso relativo ao triplex do Guarujá, poucos se dão conta de que o petista torrou alguns belos milhões de reais ao longo dos últimos anos apenas em viagens em jatinhos de luxo. Lula não usa aviação comercial desde que deixou a Presidência da República, em 2010.

É claro que muitos já se perguntaram de onde vem tanto dinheiro. Em média, uma viagem de São Paulo a Brasília de ida e volta em um jato como os que Lula usa costuma custar cerca de R$ 120 mil. Apenas nos meses que antecederam o processo de impeachment da ex-presidente Dilma, o petista fez este percurso cerca de quinze vezes.

O mistério em torno dos gastos do presidente com jatinhos e suas aparições em palanques por todo o Brasil está prestes a ser revelado. Em um dos trechos da delação do empreiteiro Marcelo Odebrecht e de seu pai, Emílio Odebrecht, é possível identificar claramente de onde saía o dinheiro torrado por Lula em centenas de viagens em jatos de luxo, entre outras coisas.

Em seus acordos de delação, Marcelo e Emílio Odebrecht deram detalhes da relação da empresa com o ex-presidente Lula e relataram que a empresa manteve uma conta em nome do petista alimentada com propinas generosas. O objetivo da Odebrecht era sustentar a "influência" de Lula após sua saída da Presidência da República em 2010. A conta de propina de Lula no departamento de operações estruturadas da empreiteira era gerenciada pelo ex-ministro petista Antonio Palocci.

Marcelo Odebrecht também confirmou que a empresa realizou pagamentos a Lula, inclusive em espécie. Segundo investigações da PF, o ex-presidente pode ter recebido até R$ 23 milhões. Já Emílio Odebrecht disse que os presentes e o dinheiro destinado ao ex-presidente Lula era uma forma de demonstrar gratidão pelo fato do faturamento de sua empresa ter se multiplicado por sete vezes, entre 2003 e 2010, saltando de R$ 17,3 bilhões para R$ 132 bilhões.

Além das viagens pelo Brasil, a Odebrecht também bancou as viagens internacionais de Lula. Levantamento do Instituto Lula aponta que, de 2011 a 2014, ele não economizou tempo e presença visitando boa parte do planeta. A maratona aérea no exterior alcançou a extraordinária marca de 111 viagens nas quais Lula tratou dos interesses da empreiteira.

Embora o mago do ilusionismo tenha atuado de forma sistemática para tentar desqualificar a Operação Lava Jato, a homologação da delação da Odebrecht promete jogar por terra todos os seus argumentos fajutos.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget