linkaki

Vanessa Grazziotin recebeu R$ 1 milhão de sócio da empresa que administra presídio do massacre no Amazonas


A senadora Vanessa Grazziotin, (PCdoB-AM), recebeu uma doação de R$ 1 milhão do sócio da Umanizzare, Luiz Gastão Bittencourt, para a campanha de Vanessa Grazziotin à Prefeitura de Manaus em 2012

A Umanizzare Gestão Prisional Ltda é a empresa que administra o presídio onde ocorreu o massacre de presos no Amazonas, é ligada ao Grupo Coral, um conglomerado de 11 empresas com sede em Goiás que faliu em 2015 e que deixou de pagar a pelo menos 9.000 trabalhadores. Enquanto a Umanizzare faturou pelo menos R$ 650 milhões entre 2013 e 2016 no Amazonas, o Grupo Coral acumula dívidas estimadas em R$ 200 milhões.

O elo entre a Umanizzare e o Grupo Coral é o empresário Lélio Vieira Carneiro Filho, sócio da Umanizzare, ex-CEO do Grupo Coral e filho de Lélio Vieira Carneiro (fundador do conglomerado goiano).

Ao comentar o massacre que sucedeu a festa de Réveillon e que já vitimou quase 70 detentos em Manaus (AM), a senadora comunista cobrou ações que alcancem “suas reais causas” do ocorrido. Vanessa também denunciou que “no Amazonas, há ineficiência da empresa privada que opera os presídios". 

Informe seu Email para receber notícias :