\imprensa Viva
.

Rodrigo Maia dançou. Juiz Federal proíbe o canalha de disputar a Presidência da Câmara dos Deputados


O canalha perdeu. Pelo menos por enquanto, o deputado Rodrigo Maia, o comandante do golpe da madrugada que sabotou o projeto das dez medidas contra a corrupção, está proibido de disputar a reeleição para a Presidência da Câmara dos Deputados.

Além de proibir que Maia concorra ao comando da Casa novamente, o juiz Eduardo Ribeiro de Oliveira, da 15.ª Vara Federal em Brasília (Tribunal Regional Federal da 1.ª Região), determinou que se o deputado insistir no descumprimento da decisão, terá que arcar com uma multa no valor de R$ 200 mil. eleição para a Mesa Diretora deve ocorrer já no próximo dia 2 de fevereiro de 2017’. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 20.

Maia vinha se comprometido com deputados investigados na Lava Jato, inclusive com apoio de Lula e da bancada do PT, que caso fosse eleito, iria retomar o projeto de mutilação das dez medidas e incluir a pauta do abuso de autoridade para criminalizar juízes e procuradores, de modo a inibir as ações da justiça contra políticos e bandidos de toda sorte. Maia estava fechado com Renan na defesa do famigerado projeto de abuso de autoridade.

O deputado, que ainda se sente revestido de um poder maior do que tem de fato, afirmou que esta foi uma decisão que não cabe a um juizado de primeira instância e que iria recorrer o mais rápido possível.

Leia aqui a decisão judicial
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget