\imprensa Viva
.

Lula protesta contra prisão de Boulos e diz que vandalismo, incentivo a violência e desobediência judicial não é caso de polícia


O ex-presidente se manifestou através de seu perfil oficial no Facebook para protestar contra a prisão do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, detido na manhã desta segunda-feira, 17, pela Polícia de São Paulo.

Boulos foi preso sob a acusação de desobediência judicial e incitação à violência quando tentava impedir a reintegração de posse de uma área em São Paulo. O líder do MTST foi pego ateando fogo em pneus e atirando rojões cotra policiais. Boulos, que gritava e tocava o terror junto a outros manifestantes, mudou logo de comportamento quando recebeu voz de prisão e foi foi levado ao 49º Distrito Policial (São Mateus). Nem parecia o agitador de minutos antes. Bastante educado e solícito, prestou depoimento e assinou um termo circunstanciado.

Para o ex-presidente Lula, a prisão do agitador é arbitrária: "Não é caso de polícia. Toda a solidariedade ao companheiro Guilherme Boulos", escreveu Lula.

Para o ex-presidente, receber propina de empreiteiras também não deveria ser um caso de polícia, mas é.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget