\imprensa Viva
.

Lula pedia dinheiro com frequência para Emílio Odebrecht. "Parecia uma puta", afirmam executivos do grupo


Fontes ligadas a Lava Jato confirmam que os delatores da Odebrecht produziram um vasto material envolvendo o ex-presidente Lula em uma série de episódios em que o petista pedia dinheiro para o então presidente do Grupo, Emílio Odebrecht.

Vários delatores afirmaram em depoimento que as campanhas presidenciais de Lula tiveram caixa dois não apenas em 2006, mas também em 2002.  Nos dois casos foram pedidos pessoais de Lula para Emílio Odebrecht. Os repasses ilegais foram coordenados pelos tesoureiros das campanhas petistas, como Delúbio Sorares e João Vaccari Neto.

Lula sempre gostou muito de uma vida boa bancada por terceiros. Desde os tempos em que atuava como sindicalista, o petista se recusava terminantemente a pagar suas próprias despesas, inclusive a cachaça, dizem velhos amigos. Com a aproximação do "compadre" Roberto Teixeira, Lula passou a se portar como "rico". O advogado se aproximou do petista quando ele "quase" ganhou as eleições presidenciais de 1989 de Fernando Collor de Mello. Teixeira viu potencial em Lula e literalmente passou a sustentá-lo. O advogado cedeu imóveis ao petista, passou a vesti-lo e substituiu a cachaça de Lula por uísque.

Também é sabido que, mesmo antes de se tornar presidente, Lula recebia "mesadas" de empresários como Léo Pinheiro, da OAS, que contava com sua influência em prefeituras petistas para conseguir obras para a empreiteira. Mas ao chegar à Presidência da República, o apetite do petista por dinheiro se multiplicou. Embora tenha passado oito anos tendo absolutamente todas as suas contas bancadas pelo contribuinte, Lula gostava de "estender" suas regalias a parentes e amigos. Por conta de tanta "generosidade", o petista precisava pedir favores com frequência cada vez maior a empresários que faziam negócios com o governo. Eram reformas em sítios, aluguel de jatinhos e até construção de estádios de futebol.

Os Odebrecht sempre liberavam o dinheiro, mas acabavam recebendo mil vezes mais o que gastavam sob a forma de contratos com os governos de Lula e Dilma. Executivos da Odebrecht confirmaram em conversas privadas que Lula parecia uma "puta" de tanto que pedia dinheiro e favores aos donos da empreiteira. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget