\imprensa Viva
.

Lula e o quadrilhão do PT foram os maiores beneficiários do banco das propinas da Odebrecht, confirmam executivos


O ex-presidente Lula e seus amigos do PT fizeram a festa com o dinheiro oriundo do banco de propinas da Odebrecht, conhecido como o departamento de operações estruturadas. Em seu acordo de delação, o ex-presidente do Grupo, Marcelo Odebrecht, confirmou que Lula figurava nas planilhas da propina com créditos superiores a R$ 20 milhões. Num dos 300 anexos da delação da Odebrecht, considerada a mais robusta colaboração premiada do mundo, o herdeiro e ex-presidente da empresa, diz ter entregue a Lula dinheiro em espécie.

O quadrilhão do PT não ficou de fora da farra com o dinheiro público que ia parar nos cofres da empreiteira e retornava sob a forma de propina para os petistas. As delações de Marcelo Odebrecht, Emílio Odebrecht e de mais outros 75 executivos acertam o quadrilhão em cheio, especialmente Lula, Dilma, com respingos ácidos em Palocci, Guido Mantega, Gleisi Hoffmann e outras estrelas de primeira grandeza do PT.

Na delação que deve ser homologada pelo STF até o mês de março, os Odebrecht deixam claro que Lula foi o maior beneficiário do banco das propinas, por que foi o que mais atuou para liberar dinheiro do BNDES para ‘obras da empreiteira’, em Cuba, Argentina, Uruguai, Panamá, Costa Rica, Venezuela, Bolívia, Peru, Guatemala, África e no Brasil, entre outros países. Lula gostava de dinheiro vivo e Dilma intermediava as propinas.

Os investigadores são unânimes em afirmar que Lula é a estrela principal da delação. Recentemente, a Polícia Federal conseguiu rastrear o repasse de aproximadamente R$ 8 milhões a Lula mencionado por Marcelo Odebrecht.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget