\imprensa Viva
.

Lindbergh Farias chama Lula de cretino por apoiar Rodrigo Maia para Presidência da Câmara


O senador Lindbergh Farias demonstrou toda sua indignação com a decisão capitaneada pelo ex-presidente Lula em apoiar a reeleição do deputado Rodrigo Maia para a presidência da Câmara dos Deputados durante o congresso do PT esta semana.

Em sua página no Facebook, o senador petista afirmou que seria 'cretinice" apoiar um candidato que apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Lindbergh recorreu ao termo "cretinice parlamentar" para se referir aos parlamentares dispostos a seguir a orientação de Lula e do PT para que a bancada petista apoie o canalha Rodrigo Maia, comandante do golpe da madrugada no projeto das 10 medidas contra a corrupção. Indiretamente, Lindbergh chamou Lula de cretino.

Lindbergh afirmou em sua página na rede social que seria "EM ERRO GRAVE, DIRETÓRIO NACIONAL DO PT AUTORIZA COMPOSIÇÃO COM GOLPISTAS. SÓ A MILITÂNCIA ORGANIZADA PODERÁ REVERTER ESTE QUADRO!"

Lindbergh se ausentou do local onde ocorriam os discursos para gravar um vídeo no hall onde foi realizado o congresso do PT, no qual o ex-presidente Lula ridicularizou os pequenos partidos de esquerda que tem apenas dois ou três parlamentares e afirmou que o PT não era mais um partideco. Lula usou os argumentos para justificar que o PT deveria apoiar a candidatura de Maia (DEM) para a Presidência da Câmara e de Eunício Oliveira, PMDB, para a Presidência do Senado.

Lula menospreza origens do PT e partidos pequenos de esquerda



 O senador petista ficou indignado com a decisão que veio de cima para baixo e com o fato do ex-presidente ter apoiado os dois candidatos da base de apoio governista. "Por 45 votos a 30, o diretório nacional do PT votou a possibilidade de compor chapa com golpistas para as mesas diretoras da Câmara e Senado. É um escândalo, um erro brutal. Uma decisão descolada da realidade, sem consonância com a militância do partido e da esquerda em geral. É preciso muita pressão da militância para reverter este absurdo. A decisão final ocorrerá no dia 1 de fevereiro, na reunião das bancadas. É fundamental que a militância se envolva no debate, pressione, se mobilize para que o PT mude de posição e não troque uma boa briga por um acordo rebaixado! A luta política e social não se restringe ao ambiente parlamentar!"

Lindbergh chega a sugerir um levante da militância petista contra as determinações impostas por Lula e a cúpula do PT sobre "ganhar" mais espaço no parlamento.

No dia seguinte, o deputado Rodrigo Maia foi proibido de disputar a Presidência da Câmara. O juiz federal Eduardo Ribeiro de Oliveira, da 15.ª Vara Federal em Brasília (Tribunal Regional Federal da 1.ª Região), determinou ainda, caso haja descumprimento da decisão, multa ao deputado do DEM no valor de R$ 200 mil.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget