\imprensa Viva
.

Juiz afirma que corrupção de Cabral, Eike Batista e companhia levou o Estado do Rio a decretar calamidade pública



O juiz Marcelo Brêtas, da 7ª Vara Federal Criminal, autor do pedido de prisão preventiva contra o empresário Eike Batista e de outras oito pessoas envolvidos em esquemas de corrupção afirmou que a corrupção destes agentes ajudou a levar o estado do Rio para a atual situação calamitosa.

Na decisão judicial em que determinou a prisão do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e a do empresário Eike Batista, Marcelo Brêtas escreveu que a corrupção é um dos motivos que levou o Estado do Rio a decretar calamidade pública. O estado terá que cortar pelo menos R$ 9 bilhões em gastos com saúde, segurança, educação e até mesmo no pagamento de servidores, graças a tanta corrupção praticada por agentes públicos ao longo dos últimos 13 anos.

"Com a corrosão dos orçamentos públicos, depreciados pelo 'custo-corrupção', toda a sociedade vem a ser chamada a cobrir seguidos 'rombos orçamentários'". Aliás, essa a razão que levou o governador do Estado do Rio de Janeiro a decretar recentemente o estado de calamidade pública devido à crise financeira. E esta situação não se dá apenas neste Estado, mas em praticamente todos os entes desta Federação", escreve ele.

No documento, o magistrado relaciona os crimes de corrupção aos de violência avalia que os desvios têm mais "severidade", pois afetam "número infinitamente maior de pessoas". Ele lembra ainda que, neste caso, os recursos públicos deixam de ser utilizados em serviços como saúde e segurança.

"Uma organização criminosa teria atuado por vários anos na intimidade do Governo do Estado do Rio de Janeiro e, após as práticas de inúmeros atos de corrupção, teria cometido outros tantos ilícitos com o objetivo de atribuir falsamente características de legitimidade aos recursos criminosamente auferidos", afirma juiz Marcelo Brêtas.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget