\imprensa Viva
.

João Santana entregou Dilma. De novo. Marqueteiro tentar destravar delação e oferece mais informações à Lava Jato


O marqueteiro João Santana se antecipou ao que vem pela frente em termos de delação contra a ex-presidente Dilma Rousseff e passou a atuar de forma mais "consistente" para tentar destravar seu acordo com a Lava Jato, parado desde o fim do ano passado.

João Santana quer agora partir para a definição da situação e afirmou aos procuradores da Lava Jato que a ex-presidente Dilma Rousseff o avisou que ele e sua mulher, Mônica Moura seriam presos.

Segundo a publicação da Folha do dia 27 de janeiro (aqui), o publicitário baiano resolveu incluir o relato que implica Dilma no plano de sua delação como uma espécie de trunfo, já que os procuradores da Lava Jato travaram as negociações com seus advogados.

O marqueteiro confirma que foi avisado sobre sua prisão por um aliado de Dilma, a pedido da então presidente, com quem o publicitário tinha uma relação de amizade.

A abordagem de João Santana não despertou interesse da Procuradoria-Geral da República nem da força-tarefa de Curitiba. Os procuradores sabem que a revelação é apenas uma amostra do que poder oferecer para conseguir destravar seu acordo com a Lava Jato.

Desde o início deste ano, a defesa de Santana e Mônica obteve sucesso em agendar novas audiências com integrantes do Ministério Público Federal para tentar retomar as negociações. João Santana terá que ir um pouco mais fundo no poço de lama petista para conseguir destravar seu acordo.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget