\imprensa Viva
.

Dilma adia volta ao Brasil após pedido de prisão contra Eike Batista e denúncia de seu marqueteiro João Santana



A ex-presidente Dilma Rousseff, que se encontra na Europa, deve avaliar com cautela se deve voltar ao Brasil nos próximos dias, afirmam fontes ligadas a petista. Dilma tem acompanhado com cautela os últimos acontecimentos e ficou profundamente preocupada com dois fatores que representam ameaças concretas contra ela: o pedido de prião do empresário Eike Batista e a tentativa de seu marqueteiro João Santana de retomar seu acordo de delação premiada, parado desde o ano passado na Lava Jato.

Em sua abordagem inicial aos procuradores, João Santana relatou que foi informado com antecedência sobre sua prisão pela ex-presidente Dilma Rousseff. Esta foi uma pequena amostra do teor que o marqueteiro pretende entregar em seus próximos relatos às autoridades.

Já o pedido de prisão de Eike Batista, que ainda está foragido no exterior, é motivo de dor de cabeça ainda maior para a ex-presidente Dilma. Antes de se entregar para as autoridades, o empresário tem tentado, através de seus advogados, um acordo de delação "prévio" com vistas a obtenção de algum tipo de salvo conduto. Segundo fontes, Eike está desesperado e disposto a contar tudo para evitar sua ida para o presídio de Bangu, onde já se encontra seu parceiro de falcatruas, o ex-governador Sérgio Cabral, que também negocia um acordo de delação.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget