linkaki

Cármen Lúcia se reúne hoje com Rodrigo Janot para decidir se vai homologar logo a delação da Odebrecht


A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deve se encontrar nesta segunda-feira, 23, com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para discutir a possibilidade de homologar a delação da empreiteira Odebrecht o quanto antes.

Cármen Lúcia manifestou o seu desejo de honrar o legado do ministro Teori Zavascki e avalia chamar para si a responsabilidade de homologar as delações premiadas dos executivos da empreiteira Odebrecht, que estão em fase final no gabinete do ministro falecido na última quinta-feira, 19, em um trágico desastre aéreo.

A possibilidade de Cármen avocar para si a homologação, antecipada na mesma quinta-feira pelo site Imprensa Viva, pode ser influenciada pela gravidade e a excepcionalidade do momento. O regimento interno do STF lista que, entre as atribuições da presidente do tribunal, está “decidir questões urgentes nos períodos de recesso ou de férias”. A partir de 1º de fevereiro, com a corte voltando a funcionar plenamente, essa possibilidade já não existe mais. Não há previsão legal de que a presidente do tribunal possa avocar para si esta tarefa.

Informe seu Email para receber notícias :