\imprensa Viva
.

Que país é esse? Toda a classe política carcomida pela corrupção, ganância e sede de poder. Não tem como dar certo


A delação da Odebrecht está comprovando aquilo que todos os brasileiros já sabiam: o Brasil é comandado pela pior geração de políticos de todos os tempos.  Os anexos do depoimento do lobista da empreiteira, Claudio Melo Filho, que autou por doze anos como diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, revelam detalhes sobre a podridão do sistema político brasileiro.

No documento de 82 páginas, o executivo descreve como os integrantes da cúpula dos poderes Executivo e Legislativo participaram da maratona de corrupção patrocinada pela empreiteira ao longo dos últimos anos.

O número de políticos corruptos era tão grande, que a empresa se viu obrigada a criar um departamento dedicado exclusivamente ao gerenciamento dos pagamentos do propina. A Odebrecht controlava os temas de seu interesse no Congresso e realizava pagamentos mediante o apoio para aprovação de medidas, emendas e projetos que beneficiavam o grupo.

O dinheiro era oriundo de obras superfaturadas contratadas junto aos governos petistas. Isto significa que a Odebrecht comprava projetos de seu interesse dos políticos com o dinheiro roubado do povo e ainda lucrava com os projetos e benefícios que conseguia subornando presidentes, parlamentares e ministros corruptos.

Os políticos, por sua vez, nunca estiveram interessados em defender os interesses do povo, mas sim colocar as mãos no dinheiro sujo para financiar suas campanhas e se perpetuarem no poder, a exemplo de Lula, Dilma, Temer, Renan, Maia, Jaques Wagner, Mercadante, Alckmin, Palocci, Mantega, Padilha, Geddel, Serra, Gleisi, Lindbergh, Jorge Viana, Eliseu, Jucá e mais de uma centena de políticos. Enquanto a população padece, aumenta a indignação com a constatação de que o sistema político brasileiro se encontre infestado de criminosos.

Contrariando o que disse o procurador da força-tarefa do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol,  ‘a corrupção é uma assassina, sorrateira, invisível e de massa’. Segundo Deltan, “a corrupção é um ‘serial killer’ que se disfarça de buracos nas estradas, em falta de medicamentos”, mas agora não é mais invisível. A corrupção deveria ser classificada como um crime contra a humanidade.

Não há país que sobreviva com tantos corruptos. Não há povo que prospere. Que sejam investigados, punidos e banidos da vida pública e da vida dos brasileiros para sempre.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget