\imprensa Viva
.

Prisão de Lula é uma realidade incontestável e, pelo simples critério de Justiça, atende ao clamor da sociedade


Após mais de uma década comandando gigantescos esquemas de corrupção no país, o ex-presidente Lula começa a ser confrontado pelas consequências de seus atos. As primeiras denúncias criminais concretizadas em 2016 terão desfechos trágicos para aquele que, envaidecido pelo poder e pela popularidade, se achou acima da Justiça e dos cidadãos comuns.

Lula não será capaz de deter o ímpeto do judiciário em aplicar a lei nos casos de corrupção em que tem sido comprovadamente envolvido, através das investigações impecáveis sobre seus crimes. Este será o último natal do petista em liberdade. Ou no Brasil, caso opte pela fuga do país antes de ser preso.

Contra o ex-presidente existem pelo menos oito inquéritos tramitando na justiça. Lula já se tornou réu em cinco ações criminais, acusado de crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa.

Lula superestimou seu poder e perdeu a noção da realidade quando alcançou a Presidência. O petista confundiu o Brasil com Cuba ou outro país com instituições mais frágeis. A vaidade do petista chegou ao ápice quando atingiu mais de 80% de aprovação popular e elegeu sua sucessora, a até então anônima Dilma Rousseff. Com o ego inflado, Lula se tornou arrogante e prepotente. Passou a acreditar que seria possível subjugar as instituições e acreditou que a sociedade teria que se curvar diante de seu poder e influência.

O ex-presidente, dada a sua natureza corrupta, nivelou a todos ao seu caráter e meteu os pés pelas mãos. Deu no que deu. Terá o fim merecido de qualquer bandido.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget