\imprensa Viva
.

Lula e Pallocci roubaram dinheiro que a Odebrecht repassou para Dilma. É ladrão roubando ladrão que roubou do povo


As autoridades americanas estão confusas sobre o destino de cerca de R$ 50 milhões repassados pela Odebrecht para a campanha da ex-presidente Dilma Rousseff. Os documentos do Departamento de Justiça dos Estados Unidos indicam o repasse dos recuroso por meio do setor de propina da empresa, para a campanha de Dilma em 2010, mas há indicativos de que parte do dinheiro teriam sido destinados ao ex-presidente Lula e aos ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci. Os valores foram repassados pela empreiteira em troca de um benefício específico para a Braskem, empresa do ramo petroquímico que o grupo detém em sociedade com a Petrobras.

Com base no acordo de cooperação da empreiteira, os americanos descrevem uma ação da Odebrecht e da Braskem com autoridades do governo, de 2006 a 2009, para garantir um benefício tributário à petroquímica. Para que as negociações avançassem, as empresas receberam um pedido de um ministro de Luiz Inácio Lula da Silva. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a solicitação foi feita por Guido Mantega, então titular da Fazenda.

Os americanos identificaram um pagamento de R$ 14 milhões a Palocci, pelos “esforços envolvidos”, além de outros cerca de R$ 8 milhões para Guido Mantega e cerca de R$ 15 milhões para o ex-presidente Lula originados da conta-propina da Odebrecht, conforme indica relatório da Polícia Federal.

Ao que tudo indica, parte do dinheiro roubado dos cofres públicos pela Odebrecht com a ajuda do PT que era para ser usado na campanha de Dilma foi desviado para Lula, Palocci e Guido Mantega. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget