\imprensa Viva
.

Lula divulga nota em que chama procuradores de loucos, mas não fala nada sobre cobertura em São Bernardo



O ex-presidente Lula recorreu a suas redes sociais para atacar a Operação Lava-Jato, em mais um triste episódio de sua cruzada para tentar desqualificar o trabalho de uma das equipes de investigadores mais eficiente do mundo.

Lula afirmou que a última denúncia da força-tarefa, de que a Odebrecht teria comprado dois imóveis para ele, mostra o “grau de loucura que a Lava-Jato chegou na sua perseguição”. O texto critica promotores, por atribuírem a Lula bens que não são dele, e o juiz Sérgio Moro, por aceitar uma “denúncia absurda”.

Na nota publicada na manhã desta quarta-feira em seu perfil de Facebook, o instituto Lula afirma que “a Lava-Jato abriu um processo contra Lula por ele não ter recebido um terreno, que segundo a operação, seria destinado ao Instituto Lula. No entanto, a nota não faze absolutamente nenhuma menção ao apartamento vizinho ao que mora o ex-presidente e sua esposa, também usado pela família. A cobertura, conforme delação da Odebrecht, foi comprada pela empreiteira por intermédio de laranjas para repassar propinas ao ex-presidente de forma dissimulada.

Por razões óbvias, Lula tem todo o direito de chamar seus acusadores de "loucos". O desespero pode ocasionar as reações mais improváveis nas pessoas. O problema é que ele também terá que chamar de loucos o empresário Emílio Odebrecht, seu filho Marcelo, o amigo Léo Pinheiro, da OAS e outra dezenas de executivos que confirmaram em delação premiada os repasses de propina para ele.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget