\imprensa Viva
.

Lindbergh Farias recebeu propina de R$ 3,2 milhões da Odebrecht. Mais um defunto político


O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) é mais um político que cai em desgraça na delação da empreiteira Odebrecht. De acordo com a delação do diretor da empreiteira, Leandro Andrade, o senador petista recebeu propinas na ordem de R$ 3,2 milhões repassados pela empreiteira para suas campanhas ao Senado e à prefeitura de Nova Iguaçu.

Lindbergh Farias, aparece com o codinome de “Feio”, nas planilhas do departamento de propinas da construtora. O delator confirma que esteve pessoalmente com Lindbergh no gabinete dele em Nova Iguaçu, para negociar com o senador e seu marqueteiro, Carlos Rayel, os valores e formas de repassar a propina combinada com o executivo da Odebrecht, que confirmou que parte da propina de cerca de R$ 700 mil foi paga em dinheiro vivo.

Lindbergh só chegou ao Senado graças ao dinheiro de propinas da Odebrecht. A empresa via potencial no político e resolveu investir em suas campanhas. Conforme matéria publicada na Veja, Leandro Andrade, o executivo da Odebrecht que era o contato da empresa com Lindbergh,  "a empresa pagaria, em dinheiro, os serviços do responsável pela publicidade da campanha de Lindbergh. Só que, em 2010, o valor era desta vez era Duda Mendonça

A conta daquele ano saiu mais cara, de acordo com o diretor da construtora: R$ 2,5 milhões. Lindbgerh, mais uma vez, participou de tudo, segundo Azevedo. A empreiteira não achou caro, pois faturou um contrato de R$ 88 milhões em licitações que contaram com a ajuda decisiva de Lindbgerh para obras no Rio.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget