\imprensa Viva
.

Janot detona covardia de Lula e afirma que "Judiciário não dará guarida" a ataque do petista ao procurador Dallagnol


O procurador-geral da República Rodrigo Janot repudiou com veemência o ataque comandado pelo ex-presidente Lula contra o procurador Deltan Dallagnol, alvo de uma ação do petista na Justiça. Lula processou Dallaganl e exige do jovem procurador uma indenização de R$ 1 milhão por danos morais.

O chefe da PGR, Rodrigo Janto, declarou que ‘o ataque (de Lula) a um membro do Ministério Público no exercício da função é um ataque a todo o Ministério Público’. Jonot se pronunciou sobre o caso por meio de sua Assessoria de Comunicação Estratégica. A nota divulgada por Janot neste domingo, 18, é uma resposta direta ao ato covarde do ex-presidente Lula.

“A ação de reparação por danos morais contra um único procurador, quando a apresentação da denúncia foi feita por um grupo de 13 integrantes da força-tarefa, revela uma tentativa de isolar um dos procuradores do grupo, para facilitar o ataque e enfraquecer a defesa”, anotou Janot. “Contudo, o ataque a um membro do Ministério Público no exercício da função é um ataque a todo o Ministério Público.”

Segundo Janot, o processo contra Deltan ‘é uma retaliação e mais uma tentativa de intimidação contra procuradores que têm agido de modo profissional, impessoal, equilibrado e responsável’.
“Tenho plena confiança que o Judiciário não dará guarida a atitudes infundadas contra membros do Ministério Público em virtude de seu trabalho.”

O procurador e ministro do STF destaca que a força-tarefa Lava Jato ‘se colocou corajosamente diante de pessoas com grande poder econômico e político, expondo o maior esquema já montado para desviar dinheiro público da história de nosso país’.

“A força-tarefa foi constituída pelo procurador-geral da República, tem o meu apoio e atua em cooperação com o grupo de trabalho formado aqui.”

Ao final da nota, o procurador é enfático. “Num Estado de Direito, aquele que exerce a função da persecução criminal, em favor do interesse público, precisa ser protegido da retaliação dos acusados. Só assim teremos o império da lei. Ou é isso, ou se inviabilizará a atividade de responsabilizar os criminosos do círculo do poder.”
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget