\imprensa Viva
.

Dias Toffoli é desmoralizado no STF e atropelado pelos colegas.


O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, foi um dos grandes derrotados no episódio em que o colega Marco Aurélio Mello determinou o afastamento do presidente do Senado, Renan Calheiros. A decisão liminar de Mello também precipitou o julgamento no plenária na Corte sobre o projeto que impede que um réu ocupe linha sucessória da Presidência da República.

Há cerca de trinta dia, o STF se reuniu para se decidir sobre o caso, mas o ministro Dias Toffoli fez um pedido de vista para o processo e tirou Renan da linha de fogo dos ministros do Supremo. Tirou apenas temporariamente, já que naquela mesma sessão,  seis ministros decidiram que réu não pode ocupar linha sucessória e, tanto na presidência do Senado quanto da Câmara.

Marco Aurélio Mello não apenas atropelou Toffoli e sua manobra para protelar o julgamento, como também precipitou a conclusão do caso no plenário do Supremo para esta quarta-feira.

Renan Calheiros se valeu da decisão de Toffoli para desafiar a determinação do ministro Marco Aurélio Mello, através de uma manobra da mesa diretora do Senado, mas de nada adiantou. O STF antecipou o julgamento do caso, em regime de urgência acolhido pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia. Desmoralização dupla para Renan e Toffoli.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget