\imprensa Viva
.

Veja quem é a ministra petista do TSE que mandou soltar Garotinho. Luciana Lóssio, escolhida por Dilma em 2011, é fiel escudeira do PT


A ministra do TSE Luciana Lóssio que mandou soltar o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, é apontada como  advogada informal do PT. Escolhida por Dilma em 2011, a Luciana é a mesma pessoa que comprou um apartamento de 7 milhões de reais, mas só declarou a metade disso. Segundo o site,  Luciana Lóssio fez de tudo para segurar a ação na Corte para cassar a candidatura de Dilma Rousseff, que acabou sendo eleita com dinheiro roubado da Petrobras, eleita com pedaladas que afrontam a Lei de Responsabilidade Fiscal.

É uma fiel servidora do partido. Há tempos Luciana Lóssio advoga para o PT e aliados, na condição de ministra do TSE. Eis o primeiro exemplo:

Apenas para citar um exemplo, em 2013, o TRE gaúcho manteve a cassação do prefeito Paulo Alfredo Polis, do PT da cidade de Erechim. Luciana Lóssio mexeu os pauzinhos na Corte para beneficiar os acusado e tratou de atropelar uma decisão da ministra Carmen Lúcia. Em outras circunstâncias, a advogada do PT  salvou a pele de outros petistas encrencados no TRE, como o prefeito de Santa Catarina, Almir Fernandes, do PT e o vice-prefeito petista de Arraial do Cabo, Reginaldo Mendes Leite.

Pouco antes de ser transferido para o presídio de Bangu, o ex-governador Anthony Garotinho deu seu recado e avisou que "tinha um encontro do Janot" e que iria entregar o resto da quadrilha. Pelo visto, Lula e Dilma logo se mobilizaram para tirá-lo da cadeia.

Luciana Lóssio foi uma das advogadas da campanha eleitoral de Dilma Rousseff à Presidência em 2010. Dilma indicou o nome de Luciana Lóssio para o cargo em 11 de outubro, de acordo com o TSE.

Fonte: O Antagonista (aqui)
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget