\imprensa Viva
.

UNE diz em nota que baderna em Brasília "foi um ato pacífico, democrático e livre contra a PEC 55"


Os manifestantes convocados pelo PT UNE, CUT e MST para protestar contra a PEC que limita o teto dos gastos públicos invadiram e depredaram o Ministério da Educação (MEC). Cerca de 100 pessoas, algumas encapuzadas, segundo relatos da assessoria de imprensa do órgão, quebraram portas e destruíram instalações.

Os manifestantes destruíram a fachada de outros ministérios, atearam fogo em banheiros químicos,  queimaram pneus, carros de particulares e de órgãos da imprensa. Em meio a tanta baderna e destruição, a UNE divulgou uma nota na qual afirma que a manifestação organizada pelos movimentos estudantis e sociais hoje "foi um ato pacífico, democrático e livre contra a PEC 55".

 "O que nos assusta e nos deixa perplexos é a Polícia Militar do governador Rollemberg jogar bombas de efeito moral, gás de pimenta, cavalaria e balas de borracha contra estudantes, alguns menores de idade, que protestam pacificamente. Esse é o reflexo de um governo autoritário, ilegítimo e que não tem um mínimo de senso de diálogo", diz a nota.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget