\imprensa Viva
.

Sérgio Cabral é alvo de mandado de prisão da Polícia Federal em nova ação da Lava-Jato.


O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi alvo de uma nova ação da Lava-Jato na manhã desta quinta-feira, 17. A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quinta-feira, mandados de prisão preventiva contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e outras oito pessoas.

Cabral é acusado de liderar um grupo que desviou cerca de R$ 224 milhões em contratos com diversas empreiteiras, dos quais R$ 30 milhões referentes a obras tocadas pela Andrade Gutierrez e a Carioca Engenharia.

A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo — que chegou a ter o seu pedido de prisão pedido, mas negado pela Justiça — será levada para depor na sede da PF local em condução coercitiva. Cabral é acusado dos crimes de corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Foram expedidos dois mandados de prisão preventiva contra Sérgio Cabral: um do juiz Marcelo Bretas e outro do juiz Sergio Moro. O ex-governador do Rio tem poder de fogo para incriminar o ex-presidente Lula como eventual parceiro em esquemas de corrupção na Petrobras.

Além dos desvios na estatal, Cabal é apontado como corruptor de empreiteiras investigadas na Lava Jato por superfaturamento de outras obras. No início desse ano, dois ex-executivos da Andrade Gutierrez afirmaram, em delação premiada a procuradores da Lava Jato, que Sérgio Cabral cobrou propina da empreiteira Andrade Gutierrez em obras do Maracanã para a Copa do Mundo.

Cabral foi levado pela Polícia Federal por volta das 6:50 para a sede da PF na região portuária do Rio de Janeiro. Os agentes chegaram à casa de Cabral, no Leblon, na Zona Sul do Rio, por volta das 6h.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget