\imprensa Viva
.

Renan é alvo do 12º inquérito no STF. Desta vez, por movimentação suspeita de R$ 5.7 milhões.



O presidente do Senado, Renan Calheiros, se tornou alvo do 12º inquérito no Supremo Tribunal Federal, STF. Esta semana, o ministro Dias Toffoli autorizou a abertura de uma nova investigação no Supremo contra Renan Calheiros sobre uma movimentação financeira de R$ 5,7 milhões do parlamentar, considerada incompatível com a renda do senador peemedebista. Renan é oficialmente investigado em 12 casos – sendo que em um já há denúncia oferecida.

O ministro Toffoli inclusive já autorizou em seu despacho expedido na última sexta-feira, 18, Toffoli a realização de diligências solicitadas pela PGR. Os investigadores querem mais informações sobre uma movimentação financeira suspeita de irregularidades.

O caso tramita em segredo de Justiça no STF. A partir da abertura do inquérito, Polícia Federal e Ministério Público podem fazer diligências de investigação como pedir novos depoimentos e solicitar quebra de sigilo bancário. Renan se torna investigado, neste caso, pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Em Brasília, as apostas são de que Renan não vai durar até o fim do ano. Como o STF não conseguiu mostrar absolutamente nenhum serviço à nação ao longos dos últimos meses, comparativamente ao juiz Sérgio Moro, que já condenou mais de 100 criminosos, seria o mínimo que o Supremo poderia fazer. O povo brasileiro se sente envergonhado por ter um presidente do Senado rindo da cara da sociedade com seus 12 inquéritos criminais.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget