\imprensa Viva
.

PT não tem futuro. Se ficar bancando o avestruz, será atropelado e dizimado, diz um dos fundadores do partido


Em entrevista recente, o frade dominicano Frei Betto, que foi o coordenador do Fome Zero no primeiro mandato de Lula, apontou alguns dos erros do PT que culminariam na derrocada do partido não apenas perante seus opositores, mas também entre seus devotos.

Segundo Frei Betto, a decepção com Lula e o PT se generalizou pelo fato dos governos petistas terem "priorizado o acesso dos brasileiros a bens pessoais, como carro, linha branca (geladeira, fogão, micro-ondas etc), TV a cores, celular etc. Deveria ter priorizado o acesso aos bens sociais, como educação, saúde, moradia, saneamento, transporte, segurança etc. Resultado: criou-se uma nação de consumistas e não de cidadãos. Daí a raiva de amplos setores que, sacrificados pela alta da inflação e do desemprego (que já superam dois dígitos), já não pode comprar como antes".

Embora o frade evite falar abertamente sobre a chaga da corrupção que tomou conta do partido assim que chegaram ao poder, Frei Betto admite que o conluio de Lula e de outros membros com empreiteiros corruptos e bilionários afetaram a imagem do partido, destruindo a ilusão daqueles que acreditavam no que diziam seus líderes. Betto destaca a falsidade e a ganância desenfreada dos membros do PT por dinheiro e poder, que ludibriaram a população ao longo dos últimos treze anos.

Frei Betto faz coro com as declarações feitas dias atrás pelo ex-ministro Tarso Genro, que defende que os bandidos do PT assumam seus crimes, toda a roubalheira e os esquemas ilícitos, como o desvio de dinheiro público e o recebimento de propinas para financiar as campanhas de Lula, Dilma, Lindberg, Gleisi Hoffmann, Haddad e da maioria dos caciques petistas.

"Não vejo futuro para o PT. Creio que toda a opinião pública espera do PT uma avaliação de sua trajetória nesses 13 anos de governo", admitiu o frade petista - "O PT já naufragou asfixiado pelas mãos do poder pelo poder".

Segundo o fundador do partido, "Lula, Tarso Genro, Haddad, todos têm muita responsabilidade política de, urgentemente, ajudarem a refletir os descaminhos do PT e do Brasil. O que não podem é bancar o avestruz"

Frei Betto é mais um petista que foi conivente com o regime mais corrupto que já governou o país. Ao longo dos últimos treze anos, permaneceu em silêncio sobre a roubalheira de Lula, Dilma e demais membros da cúpula petista. Apenas agora que o partido começa a colher os frutos amargos por seus crimes, o frade aparece com esse papo de autocrítica.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget