\imprensa Viva
.

PT agoniado com a morte da anistia ao caixa 2. Praticamente todos no partido terão problemas com a justiça


O PT nutria esperanças de que seu jogo duplo para anistiar caixa 2 tinha alguma chance de prosperar. Integrantes do partido e outros líderes políticos chegaram a propor um acordo ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em que prometiam apoiar sua reeleição à presidência da Casa.

A ideia era aprovar a anistia e dar início imediato a uma campanha para colocar a culpa no Planalto, no PSDB e no DEM. No Senado, a situação não era diferente. A bancada petista fazia lobby junto ao presidente da Casa, Renan Calheiros, e chegaram a propor uma barganha óbvia envolvendo a votação do projeto sobre abuso de autoridade.

Mas a queda de Calero e Geddel acabou precipitando uma disposição que Temer vinha se esforçando para manter em segredo: a determinação de vetar qualquer projeto envolvendo anistia aos crimes de caixa 2.

Boa parte do Congresso, que avançava em manobras para aprovar a anistia ao caixa 2 também recuou, após pressão da sociedade. O anúncio feito em conjunto pelos presidentes da República, do Senado e da Câmara dos deputados neste domingo, 27, colocou um fim nas ambições do PT, que chegou a divulgar uma nota em que afirmou ser inaceitável criminalizar doações legais e devidamente contabilizadas.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget