\imprensa Viva
.

Por quê os membros do PT são os maiores alvos da Lava Jato? O fim da conversa fiada de Lula e dos petistas


Dezenas de ex-companheiros do ex-presidente Lula já falaram sobre sua índole vingativa, sobre seu ódio e inveja de adversários. Segundo pessoas ligadas ao petista, ele conseguiu transmitir a cultura do ódio não apenas entre os membros do PT, mas também entre seus militantes e simpatizantes.

Lula passou tanto tempo difundindo e pregando o ódio contra seus adversários, que esta acabou se tornando a marca do partido e de seus representantes. Basta observar o comportamento dos parlamentares do partido na Câmara e no Senado.  São todos seguidores ferrenhos do estilo de Lula e atuam constantemente para desqualificar ou desmerecer seus opositores no parlamento. A receita de Lula e do PT é bater, bater e bater o máximo possível em seus adversários, mesmo quando estes fazem coisas louváveis.

Lula conseguiu transferir sua natureza vingativa para o PT e o partido acabou assumindo as feições de seu líder. Lula e seu partido se tornaram especialistas em destruir reputações, em caluniar, difamar e desqualificar seus detratores. Para tanto, o partido já comprou dossiês falsos contra seus adversários, sabotaram votações importantes para o país, como a constituição, a Lei de Responsabilidade Fiscal e até mesmo contra o Plano Real.

Ao chegarem ao poder, a cultura do ódio disseminada entre os representantes do partido acabou se revelando através da arrogância e prepotência com que lidavam com os adversários, a imprensa e até mesmo com a a parcela da população que nunca simpatizou com o PT.

Lula chegou a falar em extirpar partidos opositores, como o DEM. Em 2006, Lula não se conformou com a liderança do candidato do DEM ao governo de SC, Raimundo Colombo. O candidato tinha o apoio do PSDB e do PMDB do ex-governador Luiz Henrique, que também liderava a disputa por uma vaga no Senado.

 Lula não se conformava em perder e atacou o ex-aliado: "Quando Luiz Henrique foi eleito pensei que ele ia mudar, mas ele trouxe de volta o DEM, que nós precisamos extirpar da política brasileira", disse o petista na ocasião.

Com tanto ódio no coração, nem Lula nem o PT jamais iriam permitir que seus opositores tirassem alguma vantagem do governo federal comandado por ele e Dilma ao longo dos treze anos em que estiveram no poder. Lula jamais permitira que políticos do DEM ou do PSDB roubassem em seu governo.

É justamente por este motivo que as investigações sobre os esquemas de corrupção da Operação Lava Jato estão alcançando basicamente os membros do PT, PMDB, PP, PCdoB, PSOL e outros partidos da antiga base aliada dos governos petistas.

De vez em quando aparece um tonto e pergunta: "Por que só o PT? A Lava Jato protege o PSDB e o DEM?".



Lula tentou "extirpar" o DEM, mas quem acabou sendo extirpado da política foi o próprio PT.

O PT é o mais investigado pelo simples fato de ter sido o partido que comandou todos os ministérios, estatais e bancos públicos ao longo dos últimos treze anos. Os crimes investigados atualmente na Lava Jato estão no âmbito dos últimos governos, que foram comandados pelo PT. Cabia ao PT de Lula e Dilma escolher seus parceiros nos esquemas de corrupção. É por este motivo que metade dos membros do PT vão acabar em presídios nos próximos meses e anos. Inclusive o ex-presidente Lula.

Os membros dos outros partidos como o PSDB e DEM podem até ter cometido ilícitos em governos estaduais ou prefeituras, mas estas investigações não fazem parte do escopo da Lava Jato. Já os roubos nos cofres públicos federais, na Petrobras, no BNDES em em outros setores comandados pelo PT...

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget