\imprensa Viva
.

Marcelo Odebrecht dava uma de durão, dizia que não gostava de dedo duro, mas bastou o STF aprovar condenação em 2º instância e...


A delação da Odebrecht será suficiente para dobrar o tamanho da Operação lava jato. A empreiteira é responsável por boa parte dos inquéritos abertos até o momento. Esta semana, a empreiteira entrou em fase de conclusão de acordos que duplicarão o número de inquéritos na Lava Jato. são atualmente 250 denunciados em 54 ações penais, 82 condenados a mais de 1 mil anos de prisão, e R$ 6,4 bilhões de propina identificados no esquema de corrupção na Petrobrás

Quando Marcelo Odebrecht foi preso há mais de um ano, seu comportamento era o que mais desagradava os procuradores e investigadores da Lava jato.  Arrogante e prepotente, Marcelo quis viajar ao lado de um colega de empresa, também levado por policiais federais na ocasião de sua prisão.

— Parecia que não tinha entendido que estava preso. A ficha só foi cair meses depois — conta um dos delegados federais que acompanham sua rotina desde então.

Em depoimento à CPI da Petrobras, Marcelo desobedeceu advogados e disse não respeitar “dedo-duro”, numa crítica ao instituto da delação premiada. Dias depois enfrentou o juiz da 13ª Vara Federal, Sérgio Moro, se recusando a responder perguntas em sua primeira audiência na Justiça e apresentando um inédito “autodepoimento”.

Mas o comportamento do executivo mudou da água para o vinho após a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre manter entendimento que permitiu a possibilidade de prisão após uma condenação por colegiado de segunda instância.

O Marcelo que hoje frequenta a carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, é outro: aparente humildade, cabeça baixa e braços para trás são hábitos que parece ter incorporado, conta quem viu o antes e depois da prisão. Leva uma pastinha com suas anotações embaixo do braço, com detalhes de sua tentativa de colaboração. Até os mais sensíveis à agressividade da estratégia da Odebrecht no início da Lava-Jato (a empresa negava ter feito pagamentos no exterior, apesar das evidências) admitem a resiliência.

— Ele agora me parece mais humano, aliviado até certo ponto. Consciente do que de fato ocorre e de que aquilo que tinha por certo e como apenas uma estratégia empresarial, na verdade, eram condutas ilícitas que terão consequência — conta outro delegado.

Marcelo Odebrecht já entregou o ex-presidente Lula, a ex-presidente Dilma e a delação dos executivos do grupo promete envolver quase uma centena de políticos com e sem mandato. A maioria do PT.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget