\imprensa Viva
.

Lula quer eleições diretas, diz que vence e que resolve os problemas do país no dia seguinte


O ex-presidente Lula concedeu uma entrevista à rádio Itatiaia, de Belo Horizonte nesta terça-feira (29) e voltou a "ameaçar" ser candidato a presidente da República. O petista defendeu a realização de eleições diretas para o "povo voltar a exercer seu direito de voto".

"Eu gostaria que tivesse eleição direta para presidente da República, que se marcasse uma data, convocasse eleições e povo pudesse voltar a exercer seu direito de voto", disse Lula.

Incapaz de provar sua inocência perante a Justiça, Lula tem insistido na estratégia de arrastar deu julgamento da esfera judicial para o campo político e afirmou que poderá ser candidato à Presidência em 2018. O propósito destas afirmações é o de insinuar que está sendo perseguido politicamente pela Lava Jato, pela mídia e por "forças ocultas" que querem apenas "evitar que seja candidato".

"Se for necessário voltar [a ser candidato à Presidência], você não tenha dúvida que eu voltarei. E se voltar, volto para ganhar e para provar que este país não precisa ficar nessa desgraceira. Este país pode levantar a cabeça e o povo pode voltar a sorrir", afirmou Lula.

O petista já se tornou réu em três processos na Justiça e é o alvo principal de outros cinco inquéritos, acusou membros do MP (Ministério Público) e da PF (Polícia Federal) de estarem a "serviço" da imprensa para evitar que ele seja candidato em 2018.

"É um processo de informação via manchete, não um processo de condenação via apuração", declarou Lula, que tem feito de tudo para se livrar de seus crimes via  "manchetes" em blogs petistas e em matérias de jornalistas de aluguel.

"Dizem que tudo isso [os processos na Justiça] é para evitar que eu seja candidato em 2018. Eu não sei se eles querem isso, porque eu vou te dizer uma coisa: tenho consciência do que fiz nesse país. Tenho orgulho profundo de ter sido o presidente que mais fez inclusão social", afirmou o ex-presidente.

Lula voltou a apelar para o discurso populista ao afirmar que a única forma de fazer a economia brasileira voltar a crescer seria "incluir o pobre no Orçamento".

"Eu provei que é possível [recuperar a economia] quando a gente coloca o pobre no Orçamento da União. Vamos colocar o pobre no Orçamento do governo que a gente começa a resolver o problema deste país", afirmou o petista em sua campanha dupla, que consiste em divulgar a narrativa da perseguição política, ao mesmo tempo em que tenta recuperar a queda em sua popularidade.

Lula tem visitado ocupações urbanas decorrentes da negligência dos governos petistas, que ao longo de quase 14 anos no poder, favoreceram grupos poderosos e negligenciaram a reforma agrária e urbana. Durante as visitas que fez nas ocupações de Rosa Leão, Vitória e Esperança, na região de Belo Horizonte conhecida como Izidora, Lula cobrou escolas, iluminação, água e esgoto para as comunidades que padecem da negligência do PT de Fernando Pimentel e Dilma.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget