\imprensa Viva
.

Lula pode ter prisão decretada a qualquer momento.


O ex-presidente Lula pode ter sua prisão preventiva decretada a qualquer, logo após a homologação da delação da Odebrecht pelo Supremo Tribunal Federal, STF. Embora este seja o maior acordo de delação de todos os tempos, o ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo, já tem conhecimento prévio de todos os detalhes mais escabroso do acordo.

O pedido de prisão de Lula pode partir do próprio STF, do juiz Sérgio Moro, do delegado Filipe Pace ou de qualquer outro juiz que conduza inquéritos em que o ex-presidente Lula já se tornou réu.

Para os investigadores que conduzem as apurações sobre o recebimento de propina da Odebrecht por parte do ex-presidente, a homologação do acordo da empreiteira os habilita não apenas a desencadear novas fases da operação, como também a determinação de mandados de prisão, busca e apreensão contra eventuais citados no acordo de delação da empreiteira.

A eventual prisão de Lula atenderia aos mesmos critérios que levaram o delegado da Polícia Federal Filipe Pace a emitir um mandado de prisão contra o ex-ministro Antonio Palocci, que nas tabelas da Odebrecht, segundo a força-tarefa da Lava Jato, era identificado como "Italiano".

Em um cenário nada controverso, a prisão de Lula já é dada como certa pelas autoridades brasileiras. Já há um consenso entre os ministros do STF e PGR sobre o destino do petista. O espetáculo promovido por Lula e seus advogados fora da esfera judicial tem sido apenas uma estratégia política que em nada interfere na rotina processual.

No exterior, órgãos da imprensa e chefes de Estado também já estão bastante inteirados sobre a delicada situação do ex-presidente perante as autoridades brasileiras. Ninguém se torna alvo de oito inquéritos e réu em três ações na Justiça por uma mera perseguição política, comentam analistas estrangeiros.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget