\imprensa Viva
.

Lula na Vila Soma. Veja o vídeo com a extraordinária performance do encantador de pobres desesperançados


O ex-presidente Lula sofreu um duro golpe na última quinta-feira, 17, quando participou de um ato em defesa da indústria naval, no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, no Rio. O petista foi informado que milhares de desempregados na região iriam comparecer ao local, Ávido por multidões, o petista se deslocou para a cidade, mas ao chegar, constatou que apenas 50 militantes do PT local e membros da CUT se deram ao trabalho de ir ouvi-lo. A baixa audiência no ato causou um calafrio em Lula, que precisa desesperadamente demonstrar força política e poder de mobilização aos procuradores da Lava Jato. Veja o vídeo AQUI

Indignado com o fiasco, Lula se queixou com os organizadores do evento por terem o colocado em uma furada. O petista não se conformou com o vexame e ordenou que os movimentos sindicais e sociais controlados pelo partido dessem um jeito de arranjar algum "ato" com mais pessoas. Sem alternativas e cientes de que o petista já não é mais capaz de atrair multidões, o pessoal da CUT e do MTST resolveu improvisar uma visita relâmpago a uma grande concentração de miseráveis. Vagner Freitas e Guilherme Boulos convocaram seu exército para inflar ainda mais o ato arranjado as pressas.

O local escolhido para a revanche triunfal de Lula foi a Vila Soma, a maior ocupação urbana do País, localizada na cidade de Sumaré, São Paulo. O local é dominado por lideranças do MTST, o braço de invasões urbanas a serviço do PT. Segundo estimativas do Ministério Público e da própria ocupação é estão no local cerca de 2,5 mil famílias ou, aproximadamente, 9 mil moradores. Como o povo não vai mais até Lula, Lula vai até o povo. Na hora do desespero, vale tudo. Inclusive o marketing da miséria.

O local foi ocupado em julho de 2012 e pelo menos até maio de 2016, o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, do PT, não havia movido uma palha para ajudar a resolver a situação daquelas pessoas, embora os candidatos do partido tenham ido ao local várias vezes para pedir votos. Inclusive o próprio Lula.

Na visita desta sexta-feira, 18, o ex-presidente Lula falou com os pobres do local, a maioria de desempregados, como se o PT não fosse o maior responsável pela crise econômica que ceifou 12 milhões de empregos no país. Lula falou como se não fosse ele e o PT que governaram o país ao longo dos últimos treze anos, mas cobrou providências do governo federal. Lula exigiu escola, asfalto, hospital e tudo aquilo que o governo do PT dele e de Dilma sonegou para aquela gente.

"Por que na hora que essa molecada pobre tiver escola, vão prova que são mais inteligentes do que os filhos deles (as elites)", disse Lula aos presentes. Segundo o petista, "uma nação só é uma nação quando ela trata seus filhos com decência, com dignidade e com respeito. Quando as pessoas (os governantes) cumprem com aquilo que são obrigadas a cumprir". Coisa que o PT não sez até ontem por aqueles que o ouviam.

Lula explora sem dó nem piedade a ignorância de pessoas humildes e desesperadas como os moradores ameaçados da ocupação da Vila Soma. O petista voltou a disseminar o ódio com a velha técnica do "Nós contra eles".

"Eles acham que nós gostamos de coisas de segunda" berrou o Lula que faturou mais de R$ 30 milhões das empreiteiras que o ajudaram a assaltar a Petrobras. "Eles acham que nós gostamos de ir a feira no final comprar o resto. Eles acham que nós gostamos de comprar carne de terceira" e assim por diante. Lula, que não come carne de segunda há 50 anos, falou coisas óbvias que representam os anseios de qualquer cidadão em qualquer lugar do mundo. Acompanhe a extraordinária performance de Lula no vídeo abaixo:

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget