\imprensa Viva
.

Lula manipulou pobres para se tornar milionário e distribuir bilhões aos poderosos. O revoltante caso da comunidade de Canaã


Quem presenciou os primeiros discursos de Lula durante a campanha a Presidência de 2002, deve se lembrar bem de suas promessas de tirar milhões de pessoas da miséria, de fazer uma revolução na área da saúde, resolver os graves problemas do país na área de saneamento básico ou elevar a qualidade do ensino no Brasil.

O PT permaneceu no poder durante mais de 13 anos e os únicos grupos que foram beneficiados por Lula e Dilma foram os empreiteiros, os banqueiros e os integrantes do partido. O Brasil perdeu 11 posições no ranking mundial de qualidade na educação. Saiu de 49,8 para 51% das cidades com cobertura de saneamento básico. O número de homicídios ao ano subiu de 23 mil para 60 mil. Apenas nas regiões norte e nordeste, o número de homicídios cresceu em mais de 600% em uma década. O número de brasileiros mortos por falta de atendimento médico de emergência subiu de 900 para 6.800 ao ano.

Não há como esquecer as promessas que Lula fez para chegar ao poder, pois ele continua falando isso até os dias de hoje. O problema é que agora ele diz que já fez isso tudo. Em seus discursos, Lula afirma que tirou milhões de pessoas da miséria, que revolucionou a educação e a saúde no país. O povo sabe bem que isso não é verdade. Acompanhe abaixo um relato sobre as técnicas de Lula para enganar, manipular e ludibriar os mais humildes.


"No dia 11.2.2005, o helicóptero do presidente Lula desceu na comunidade de Canaã, no agreste pernambucano, ao lado da cidade de Toritama; o presidente caminhou até um grupo de crianças e agachou-se em frente a elas. Um fotógrafo captou a cena, e a foto foi publicada nos jornais. Ao vê-la, decidi visitar as crianças e, com base no que observei, escrevi uma carta ao presidente, sob o título “Estas crianças têm nome – como dar-lhes um futuro?”.



Descrevi a realidade de onde elas viviam, especialmente a escola onde estudavam, reconheci que o presidente ainda não era o culpado daquele triste cenário de penúria educacional e pobreza social, mas que seria o responsável se, dez anos depois, o quadro se mantivesse; na carta, sugeri dez medidas para mudar aquela situação, seguindo as linhas do projeto que tentei executar ao longo de 2003, quando fui ministro da Educação.

Na semana passada, voltei ao local e vi a tragédia resultante de dez anos de abandono da educação e da falta de políticas públicas consistentes para a emancipação dos pobres.

A menina – na foto está bem em frente ao presidente – de nome Taciana, então com 6 anos, deixou a escola aos 14, engravidou aos 15 e aos 16 tem um filho de 1 ano e 2 meses chamado Angelo Miguel. O irmão dela, conhecido como Cambiteiro, estava no grupo, mas não quis aparecer na foto. Fora da escola antes dos 15 anos, tornou-se vigilante informal nas pobres ruas de Canaã, até ser assassinado.

O menino chamado Rubinho, então com 7 anos, para quem o presidente Lula parecia olhar, deixou a escola antes da quinta série e, aos 17, tem um filho de nome Natan Rafael. Seu irmão Diego, que não aparece na foto por ser então muito pequeno, hoje, com 15 anos, já esteve preso; na cadeia, foi jurado de morte pelos presos; esfaqueado, fugiu do hospital e desapareceu. Jailson, o que ri para o presidente, e Josivan, na ponta direita da foto, deixaram a escola antes de terminarem a quarta série. Jaques, então com 9 anos, deixou a escola com 13; o menino conhecido como Nego, então com 8 anos, não estudou e tem hoje dois filhos.

Nesses dez anos, a vida daquelas crianças tornou-se uma monótona repetição de fatos e fracassos: todas deixaram a escola antes de concluírem o ensino fundamental, fazem parte do exército de analfabetos funcionais que ocupa o país; todas foram trabalhar ao redor dos 15 anos, em trabalhos informais sem qualificação; tiveram filhos ainda na adolescência; nenhuma teve o futuro a que tinha direito ao nascer".

Toritama é um Mediterrâneo onde aquelas crianças naufragaram na viagem para o futuro, diante dos olhos do presidente Lula e de todos nós".

Cristovam Buarque

Lula é hoje o ex-presidente mais rico da história do país, apesar de sua origem humilde. Somente das empresas que desviaram dinheiro da Petrobras, Lula recebeu quase R$ 30 milhões de reais, conforme apurou a Polícia Federal. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget