\imprensa Viva
.

Lula e Marcelo Odebrecht espalharam a corrupção pelo mundo com dinheiro do BNDES dos brasileiros


No momento em que milhões de brasileiros começam a descobrir detalhes sobre o escândalo bilionário de corrupção na Petrobras, poucos se deram conta de que a corrupção que Lula e Marcelo Odebrecht espalharam pelo mundo foi financiada com dinheiro dos Brasileiros.

O que foi revelado até o momento já está sacudindo o país, mas tudo que foi revelado pela Operação Lava Jato pode ser apenas a ponta do iceberg da corrupção internacional. Projetos remotos construídos pela Odebrecht SA, financiados pelo BNDES ainda serão examinados com uma lupa e podem revelar escândalos ainda maiores.

“Esses assuntos internacionais estão nas fases iniciais de investigação. Ainda há muito material a ser analisado”, afirmou Deltan Dallagnol, um dos procuradores líderes da força-tarefa da Operação Lava Jato, o gigantesco caso criminal envolvendo a Petrobras.

A Transparência Internacional entrou em cena e anunciou que vai investigar os contratos das construtoras brasileiras em sete países incluindo a Venezuela, onde quatro empreiteiras venceram mais de 30 contratos com a ajuda de Lula.

A entidade que combate corrupção no mundo quer saber se as empresas repetiam em outros países o esquema de cartel e pagamento de propina desenvolvido no Brasil pelos integrantes do PT.

‘Relação transparente’

A Odebrecht confirmou que arcou com as despesas de Lula em eventos em países como Venezuela, Angola, Cuba, Portugal, Peru e Panamá. A PF ainda tem dúvidas sobre o montante que Lula teria recebido pessoalmente, além de outros tantos milhões que foram "doados" ao instituto que leva seu nome. De pronto, o que se sabe veio do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que divulgou alguns dados sobre a empresa de Lula.

Apenas a LILS, a pequena empresa de palestras do ex-presidente Lula, recebeu R$ 27 milhões, desde que ele deixou a presidência da República. Boa parte do dinheiro veio de empreiteiras investigadas na Lava Jato, como Odebrecht (R$ 2,8 milhões), Andrade Gutierrez (R$ 1,5 milhão) e OAS (R$ 1,4 milhão).

A investigação histórica tem revelado uma sucessão de escândalos envolvendo o ex-presidente. Enquanto investigadores da Lava Jato se debruçam sobre a Petrobras no Brasil, outros em Brasília estão lentamente examinando contratos lucrativos concedidos a outras empresas para obras em lugares como Cuba, Equador e outros tão distantes quanto Moçambique e Angola.

No momento em que a Polícia Federal investiga uma série de obras inacabadas com orçamentos visivelmente superfaturados. Para se ter uma ideia, são aproximadamente US$ 25 bilhões para a Odebrecht apenas na Venezuela.

O assalto aos cofres públicos durante a era PT ainda vão surpreender muitos brasileiros. Vem ai a quebra do sigilo dos empréstimos concedidos pelos governos petistas para seus amigos ditadores ao redor do mundo.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget