\imprensa Viva
.

Lula é manchete no New York Times, o Jornal mais influente do mundo - Ladrão internacional


O Jornal mais influente do mundo, o The New York Times, publicou esta semana mais uma matéria onde aborda a fantástica sequência de denúncias criminais contra o ex-presidente Lula. O jornal cita a terceira ação na justiça em que Lula se tornou réu por seu envolvimento em esquemas de corrupção na Angoal com a empreiteira Odebrecht e o banco BNDES.

Sob o título "Ex-Presidente do Brasil enfrenta novas acusações de corrupção" (aqui), o jornal informa que os promotores federais apresentaram novas acusações de corrupção contra o ex-presidente Lula, pressionando ele e sua família em Angola, o país rico em petróleo, onde a empreiteira Odebrecht aumentou agressivamente sua posição ao longo dos governos do PT através de financiamentos suspeitos do banco público BNDES. Lula é apontado como beneficiário de propinas no valor de U$ 20 milhões e teria usado um sobrinho como laranja.

"As acusações são o último golpe para o Sr. da Silva, 70, que foi um dos políticos mais influentes da América Latina. No escândalo em torno da empresa petrolífera nacional, a Petrobras, ele já enfrenta dois julgamentos separados por acusações de obstrução e acusações de que ele se beneficiou ilegalmente de vínculos com a O.A.S., uma construtora brasileira" diz o jornal

Ao abrir uma nova frente legal contra o presidente, que foi presidente de 2003 a 2010, os promotores disseram que ele ajudou a gigante brasileira de engenharia Odebrecht a obter contratos lucrativos em Angola que beneficiaram Taiguara Rodrigues, sobrinho da primeira esposa de Lula.

Além das acusações relacionadas ao mandato do ex-presidente, os promotores disseram que continuava buscando vantagens para a Odebrecht, sob a forma de cobiçado financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento do Brasil para projetos em Angola, antiga colônia portuguesa controlada por José Eduardo dos Santos , Um dos maiores ditadores da história da África.

Em contrapartida, os promotores disseram que a Odebrecht pagou grandes somas a Lula por palestras nos últimos anos, ao mesmo tempo em que ajudou financeiramente o ex-presidente.

O Sr. da Silva deverá se sentar no banco dos réus pelo menos três vezes nos próximos meses e seus problemas crescentes e os de seu Partido dos Trabalhadores afugentaram eleitores de todo o Brasil se voltaram contra o partido nas eleições municipais do mês de outubro, diz o New York Times,.

O jornal lembra ainda que Marcelo Odebrecht, ex-diretor executivo da empresa e um dos homens mais ricos do país, já cumpre uma sentença de 19 anos por sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro. Os promotores o acusaram novamente no caso de Angola, alegando que ele supervisionou pagamentos ilegais para o Sr. da Silva e seus dois familiares.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget