\imprensa Viva
.

Lula e Dilma sabotaram o ajuste fiscal por 13 anos para garantir corrupção bilionária do PT, revela livro a ser lançado


Os  jornalistas Cláudia Safatle, João Borges e Ribamar Oliveira prometem revelar como o ex-presidente Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff sabotaram todas as inciativas de implantação de um ajuste fiscal no Brasil ao longo dos últimos treze anos. Os detalhes da articulação dos governos petistas para impedir um maior controle dos gastos públicos serão revelados no livro "Anatomia de um desastre", a ser lançado em novembro.

O motivo para sabotar as propostas relacionadas ao tão necessário ajuste fiscal tem uma explicação bem simples: não haveria como aprovar os aportes bilionários para obras superfaturadas combinadas com as empreiteiras da Lava Jato.

A dobradinha entre Lula e Dilma prevaleceu durante todos os anos em que o PT permaneceu no poder. No livro, os jornalistas descrevem como Dilma Rousseff foi responsabilizada por abortar um plano de ajuste fiscal que pretendia controlar o crescimento dos gastos públicos. A petista teria agido em nome de Lula, que não queria nenhuma limitação de gastos.

Segundo a coluna de Lauro Jardim (aqui), Dilma foi apenas um instrumento. Naquele momento, preocupado com o "mensalão" e com sua reeleição, Lula queria conquistar o apoio dos líderes sindicais e dos movimentos sociais. Posteriormente, quando sucedeu Lula, Dilma manteve a mesma estratégia de impedir que qualquer proposta de ajuste fisal prosperasse.

O que menos desejava era controlar as despesas. "Quem barrou o debate foi o Lula", revela o então ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, no livro, que conta os bastidores da crise econômica que levou o Brasil à pior recessão de sua história.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget