\imprensa Viva
.

Lula diz que Dilma não foi afastada pelas coisas ruins que fez (12 milhões de desempregados), mas pelas coisas boas?


O ex-presidente Lula voltou a desafiar a lógica durante o 25º Congresso Professores da Educação Oficial do Estado de São Paulo esta semana. O petista afirmou perante uma turma de bonés de MST e da CUT que a ex-presidente Dilma Rousseff  foi tirada do cargo "não pelas coisas ruins feitas no governo dela. Mas sim pelas coisas boas”.

Qualquer pessoa minimamente informada saber que a petista concedeu R$ 500 bilhões em incentivos fiscais para empresas de setores como o automobilístico, indústria de eletrodomésticos e o setor moveleiro sem gerar um único emprego como contrapartida para a benesse. Também não é difícil concluir que nenhuma economia do mundo permaneceria impune diante de tanta generosidade.

O resultado de tamanha burrice todos conhecem. O rombo nas contas públicas, a contabilidade criativa, as pedaladas, o rebaixamento do grau de investimento do país, a alta da inflação, dos juros, do dólar e a queda nas vendas. Na esteira de tanta lambança, 1.5 milhões de empresas faliram, deixando 12 milhões de chefes de família desempregados.

Nem é preciso lembrar que Dilma foi cúmplice dos esquemas de corrupção do PT na Petrobras, no BNDES e em seus ministérios. Diante de uma tragédia tão devastadora na economia, os fatos de Dilma ter mentido mais que satanás nas eleições de 2014 ou por ter usado dinheiro roubado da Petrobras em suas campanhas parecem irrelevantes.

Mas segundo Lula, Dilma não foi removida do poder pelas coisas ruins que fez ao país. O problema é saber o que ela fez de bom. Dilma dividiu o que é público com os pobres do PT, que se tornaram milionários da noite para o dia. O ex-ministro Antonio Palocci, por exemplo, que teve R$ 62 milhões bloqueados em suas contas, após ser preso na Lava Jato. O pobre ex-presidente Lula, que segundo o Coaf, movimentou em suas contas R$ 52 milhões do dinheiro oriundo das empreiteiras que assaltaram a Petrobras, logo após deixar a presidência.

“Parte da elite deste país não gosta de dividir o que é público com os mais pobres. Por isso é que deram um golpe. Deram um golpe sabendo que estavam construindo uma mentira, que depois foi aceita pela Câmara e pelo Senado. Porque estavam cumprindo uma missão para a elite brasileira. Se aproveitando de um momento difícil do governo, de baixa popularidade na opinião pública, fizeram um serviço a mando das elites. Mas de uma coisa eu tenho certeza: tiraram a Dilma de lá, não pelas coisas ruins feitas no no governo dela. Mas sim pelas coisas boas”.  Disse Lula aos "professores".

É claro que nenhum professor toleraria ouvir tantas barbaridades e ficar calado. Seria o caso, na melhor das hipóteses, de deixar Lula falando sozinho.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget