\imprensa Viva
.

Kátia Abreu não apareceu para defender a amigona honestíssima, após Dilma ser citada 18 vezes na delação de Marcelo Odebrecht


A senadora  Kátia Abreu (PMDB-TO) sumiu, após a revelação de que a ex-presidente Dilma Rousseff tratou sobre propinas para sua campanha diretamente com o empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Dilma foi citada 18 vezes na delação dos executivos da empreiteira, que confirmaram que a liberação de recursos do BNDES para as obras do Porto Mariel, em Cuba, era contrapartida para a liberação de propinas para a campanha da petista.

Kátia Abreu, que já empenhou a própria carreira afirmando que Dilma era uma mulher honesta, sumiu, desde a divulgação de que a ex-presidente furou a fila do INSS para obter sua aposentadoria em menos de 24 horas, logo após ter seu mandato cassado no Senado.

A senadora tem o direito de afirmar que Dilma é uma pessoa honesta, ainda que contra o entendimento das mentes mais simplórias, que não enxergam honestidade em alguém que se elegeu, sabidamente, com dinheiro roubado da Petrobras.

O problema de Kátia Abreu é que ela sempre dá um jeitinho de "desaparecer" quando sua amigona é envolvida em denúncias de corrupção. Pelo andar da carruagem, a senadora vai ter que dar uma boa sumida. A delação da Odebrecht promete envolver Dilma em situações cada vez mais embaraçosas daqui pra frente.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget