\imprensa Viva
.

Incapaz de defender seu cliente no campo jurídico, defesa de Lula apela para teorias conspiratórias e fantasias


O ex-presidente Lula está perdido. Após tentar  um espetáculo midiático se dizendo vítima de uma conspiração diabólica entre a mídia, as elites e a justiça brasileira, o petista e seus advogados resolveram incluir mais um elemento na narrativa da perseguição ao político corrupto. A defesa do ex-presidente resolveu sugerir que a força-tarefa da Operação Lava Jato colabora em caráter secreto com o governo dos Estados Unidos.

"A revelação feita em audiência de que o Ministério Público Federal estaria trabalhando junto com autoridades americanas parece não estar de acordo com o tratado que o Brasil firmou em 2001 com os EUA que coloca o Ministério da Justiça como autoridade central para tratar esse tipo de questão", disse à Folha Cristiano Zanin, advogado do petista.

Os advogados de Lula tentaram fazer ilações sobre investigações da justiça americana envolvendo o delator Augusto Ribeiro de Mendonça Neto.

Pouco antes, Mendonça Neto afirmara que "não sabia se podia responder" à indagação da defesa de Lula se ele firmou acordo de colaboração em outro país, além do Brasil. Moro impediu o questionamento por conta de um possível acordo de confidencialidade do delator.

"Não reconheço a soberania dos Estados Unidos no nosso país nem na nossa Justiça", interveio José Roberto Batochio, também advogado do ex-presidente.

"Eu também não reconheço, doutor. Mas acontece que a gente tem de se preocupar com os reflexos jurídicos para a testemunha. Certo?", respondeu o juiz.

Na semana passada, na sede da ONU em Genebra, Zanin havia abordado a suposta colaboração da Lava Jato com autoridades americanas.

"Nos EUA, abriram ações bilionárias contra a Petrobras usando de elementos enviados pelo juiz Sergio Moro", disse, em referência a processos movidos por empresas estrangeiras na Justiça de NY.

Os petistas adoram estas teorias, mas não conseguem explicar por que o dinheiro roubado da Petrobras foi parar justamente nos cofres do partido, nas campanhas de Lula, Dilma, Haddad, Pimentel, Gleisi Hoffmann e outros tantos. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget