\imprensa Viva
.

Ida de Dilma ao Uruguai as vésperas da assinatura do acordo da Odebrecht teria sido para preparar fuga do Brasil


A viagem da ex-presidente Dilma Rousseff ao Uruguai no início deste mês levantou uma série de suspeitas entre os que acompanham os fatos revelados nas tratativas do acordo de delação da empreiteira Odebrecht. A petista foi citada pelo menos 18 vezes pelo ex-presidente do Grupo, Marcelo Odebrecht.

Preso há mais de um ano e meio em Curitiba, o executivo confirmou que negociou diretamente com Dilma o repasse de propinas para sua campanha em troca da liberação de cerca de U$ 600 milhões do BNDES para as obras do Porto Mariel, em Cuba.

A viagem de Dilma foi precedida por um arranjo feito as pressas. Um ato organizada pelo sindicato uruguaio Pit-Cnt, intitulado  "jornada internacional em defesa da democracia e contra o neoliberalismo" foi o único evento que justificou a ida de Dilma ao país vizinho, além de uma entrevista coletiva na sede da coalizão governista de esquerda uruguaia, Frente Ampla (FA). A petista fez a viagem de carro.

A petista permaneceu por mais de 60 horas no Uruguai e fez diversos contatos com representantes da esquerda daquele país. Dilma também manteve contatos com pessoas ligadas ao ex-presidente uruguaio, José Alberto Mujica, com quem tem forte ligação. Dilma contaria com a cobertura de uma rede internacional de organizações de esquerda em uma eventual fuga para o país vizinho. A petista já confirmou em entrevistas que a prisão foi uma das experiências mais traumáticas de sua vida e que não estaria disposta a enfrentar o mesmo sofrimento novamente.

Dilma também esteve com o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, que declarou esta semana que  "O Uruguai é um país de braços abertos. Procuramos entender todos que chegam. E quem chega para trabalhar, viver e conviver com os uruguaios, que seja bem-vindo". 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget