\imprensa Viva
.

Garotinho foi preso igual gente grande pela Polícia Federal por crime eleitoral e não tem prazo para sair da cadeia


O ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi preso pela Polícia Federal. na manhã desta quarta-feira (16), no Flamengo, Zona Sul do Rio, no desdobramento de uma investigação sobre a compra de votos na cidade do Rio nas eleições municipais de 2016, A Operação "Chequinho" apura o uso do programa social Cheque Cidadão e, um esquema de fraude eleitoral.

Garotinho foi preso igual gente grande pelos agentes da PF, que cumpriram um mandado de prisão preventiva, quando não há prazo para a liberação do alvo. A Operação Chequinho investiga um esquema criminoso de compra de votos em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, cidade dominada pela família Garotinho há anos.. Segundo o Ministério Público Estadual, em troca dos votos, a prefeitura oferecia inscrições fraudulentas no programa Cheque Cidadão, que dá R$ 200 por mês a cada beneficiário. A iniciativa é semelhante ao Bolsa Família e foi criada para atender a população de baixa renda.

O secretário de Governo de Campos dos Goytacazes e ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi preso por volta das 10h30 desta quarta-feira (16), no Flamengo, Zona Sul do Rio, por agentes da Polícia Federal. Ele é um dos investigados na Operação Chequinho, que apura o uso do programa social Cheque Cidadão para compra de votos na cidade em 2016.

Além de Garotinho, a Polícia Federal cumpriu outros oito mandados de prisão temporária, outros oito de busca e apreensão e um de condução coercitiva – quando a pessoa é levada a depor e depois liberada. Os mandados foram expedidos pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100º Zona Eleitoral de Campos.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget